Posts Tagged ‘Gente’

Marcílio Krieger, uma grande perda

Morreu hoje pela manhã o jornalista e advogado Marcílio Krieger, uma das figuras mais admiráveis do mundo da comunicação que já conheci, especialista em direito esportivo. Irmão do arcebispo D. Murilo Krieger, Marcílio sofria de um problema cardíaco. Era o pai da talentosa cantora Bia (Krieger), que vive na França há mais de 30 anos.

Anúncios

Pedrinho

 

– Como é o teu nome?

– Pedrinho.

– Pedro, né? Pedrinho é apelido.

– Não, não. Meu nome é Pedrinho mesmo — Ele dizia para quem o interpelasse sobre sua identidade.

Pedrinho Andrade. O noticiário frio só diz que ele era motorista de um van escolar e começava seu dia de trabalho nesta quarta-feira, quando se sentiu mal, estacionou o veículo e morreu.

Nosso amigo Pedrinho, querido motorista que trabalhou na redação do Jornal de Santa Catarina em Florianópolis durante quase 20 anos. Só saiu porque a RBS comprou o jornal. Caso contrário, teria se aposentado no JSC.

No início desta década, ao precisar de um motorista para a sucursal de A Notícia em Florianópolis, fui atrás dele. Pedrinho apareceu no jornal, fez todos os testes, apresentou os documentos e passou a trabalhar conosco, novamente como motorista da redação.

Aqui cabe um parêntesis: motoristas de redação precisam ser um pouco repórteres, pauteiros, daqueles profissionais que se envolvem com o cotidiano do jornal, que têm uma mínima noção do que é e do que não é notícia. Pedrinho era desse time. Apesar da pouca instrução, tinha muita cultura e conhecimento. Conhecia a cidade e o objetivo de um jornal. Figura indispensável para que se tenha qualidade no produto final. Fecho o parêntesis.

Há duas semanas encontrei-o na Praça 15. Ele sempre andava pelo Centro, em especial quando trabalhava para eventos (sua van era dessas que servem a múltiplas finalidades, de transporte escolar a traslados turísticos). Brincamos bastante, lembramos de nossos momentos no JSC e no AN – ele até comentou: “Que ironia. A RBS sempre nos perseguiu nos nossos jornais. O Santa foi pra mão deles, o AN também. Estamos nas mãos dos gaúchos”.

“Nem me fale”, respondi, dizendo-lhe que, pelo menos, o Notícias do Dia vem cumprindo um papel especial na resistência catarinense à invasão da mídia gaúcha. Conversamos mais um pouco e seguimos, cada um, os nossos caminhos.

Hoje ouvi o Mário Mota dizendo na CBN que um motorista havia morrido na direção da van que conduzia. O repórter que entrou a seguir deu o nome, mas não associei o nome à pessoa. Uma hora depois, quando falaram a idade e o nome Pedrinho Andrade, caiu a ficha: “Meu Deus! O Pedrinho morreu, tão cedo!” (54 anos).

Liguei para o Lauro, o Osmar, o Lagoa, velhos amigos de O Estado, Santa e AN. Ficamos todos muito comovidos, porque convivemos com ele durante muitos anos.

O enterro do Pedrinho será nesta quinta–feira, às 8 horas, no Cemitério São Francisco de Assis (Itacorubi). Vai em paz, querido companheiro de tantas jornadas, grande condutor de tantas horas apressadas, de tantas pautas urgentes.