Archive for the ‘Cidadania’ Category

Cuidado com as redes sociais

Um bafo quentíssimo nas redes sociais repercute nos portais de notícias de Santa Catarina e outros Estados. Confira o destaque do portal http://www.ricmais.com.br – “Bate-papo íntimo em rede social entre joinvilenses vira hit na internet” http://bit.ly/12S5dL2 

Anúncios

Turismo é emprego e renda para todos

Às vésperas de mais uma temporada de verão, as entidades do setor – Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Santa Catarina, Conselho Estadual da CNTur e Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Florianópolis – manifestam grande preocupação pela forma como vem sendo tratado o turismo, principalmente no ano que termina. Para os presidentes das entidades, respectivamente Estanislau Bresolin, Beto Barreiros e Tarcísio Schmitt, a falta de planejamento, o descaso e o jogo de empurra entre as autoridades em nada contribuem para o desenvolvimento desta importante atividade econômica. Como integrantes e representantes legítimos do setor, estes líderes querem ver nas estruturas de governo capacidade técnica e a demonstração de melhores rumos para que Santa Catarina tenha no turismo uma das principais molas propulsoras da economia. É mais que sabido que é o setor que melhor distribui renda, beneficiando uma grande massa da população.

Positivo

A reunião entre os vereadores eleitos da Capital e as entidades do Grupo Gestor de Turismo de Florianópolis, na quarta-feira (12), deve gerar bons frutos para o setor. Conforme o diretor de Turismo da ACIF, Ernesto São Thiago, um dos organizadores do evento, foi acertado que o Grupo terá assento permanente na Comissão de Turismo da Câmara Municipal. “A ideia é ter o trade participando do dia a dia do legislativo, em todos os projetos que impactem no turismo”, diz.

Encontro

Nesta quinta-feira (13) o prefeito eleito Cesar Souza Júnior recebe o trade turístico da Capital para a primeira reunião oficial com os empresários e técnicos do setor. Ele vai ouvir as reivindicações, propostas e projetos e também expor suas ideias para a atividade. O trade gostaria muito que o prefeito indicasse para a Secretaria de Turismo alguém vinculado profissionalmente com a atividade. Ninguém mais aguenta políticos comandando uma área vital para a economia da cidade.

Doutor Stemmer

O ex-reitor da UFSC, Caspar Erich Stemmer, morto na quarta-feira (12), não foi só um dos grandes nomes da engenharia mecânica em Santa Catarina e no Brasil. Stemmer foi um dos fundadores do centro tecnológico da UFSC: na década de 1960 deixou sua terra natal, o Rio Grande do Sul, para vir a Santa Catarina começar uma história de pioneirismo que colocou a UFSC na vanguarda nacional e internacional da engenharia. Entra para a história como um exemplo de professor e autoridade científica que dignificou Santa Catarina.

Ponto Final - 13-12-12 - Foto 1A

Sem samba

Galpão da Protegidos da Princesa, com alguns carros alegóricos em construção (ao fundo). A situação de abandono foi flagrada pelo fotojornalista Daniel Queiroz. Talvez agora, com a autorização do prefeito eleito Cesar Souza Júnior para uso da Passarela Nego Quirido, a presença humana volte a movimentar o local. Foto Daniel Queiroz/ND

Em suma?

O prefeito Dário Berger convocou uma entrevista coletiva para garantir, basicamente, que vai pagar uma parte do que sua administração deve para as empresas do transporte coletivo e que o salário dos servidores não será atrasado. No mais, a conversa com a imprensa não revelou grandes esperanças para a cidade. E, para variar, o prefeito deitou a lenha de novo na antecessora, Angela Amin, e no sucessor, Cesar Souza Júnior. Muita gente ficou “boiando” com o papo de Dario.

Espetáculo

Recital de Natal da Polícia Militar, na segunda-feira (17), vai ser um primor, com apresentação da Banda da PMSC, os solistas Cláudia Todorov, Giovane Pacheco, Fernando Zimmermann, Sara Pacheco e Claudinea Pacheco. Também o coral adulto Vozes de Sião, o coral infantil Perfeito Louvor, com alunos do projeto Primus. A partir das 19h30, na Praça Getúlio Vargas.

Remendos

Sobre foto que publicamos na quarta-feira (12), mostrando uma van estacionada em local proibido (e sobre a ciclofaixa), leitor que se identifica apenas como Ricardo diz que o veículo estaria irregular se a placa tivesse um “X” sobre o “E” (parada e estacionamento proibidos). Ele diz que não concorda com a situação, mas também não concorda com a ciclofaixa: “Remendos só deveriam ser feitos em pneus”.

Esperto

“Aqui na Cachoeira do Bom Jesus, para a intendência, os moradores que apoiaram e se empenharam na campanha do Cesar Souza Júnior, estão indignados e apreensivos com a suposta indicação de um cabo eleitoral profissional, sem a mínima qualificação, que vem trabalhando nas últimas campanhas sempre para os candidatos que estão na frente nas pesquisas, e troca sistematicamente de candidato”. Mensagem por e-mail de Digo Tertschitsch.

Bambas

Acadêmico Hermano Buss, que atua na Rádio Record, apresenta nesta sexta-feira (14), às 16h, à banca examinadora do curso de Jornalismo da UFSC, seu trabalho de conclusão de curso “Ilha dos Bambas – Os redutos do samba na cidade de Florianópolis”. Fruto de uma pesquisa exaustiva, com depoimentos e, claro, muito samba, o documentário em vídeo faz justiça à história local do mais autêntico gênero musical brasileiro. Quem já viu, garante que o vídeo é coisa fina, coisa de bamba.

Exemplo

Nada menos que 680 reeducandos de 27 unidades prisionais de Santa Catarina concluíram a prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), um aumento de 600% em relação ao ano passado, quando apenas 120 detentos participaram do exame do Ministério da Educação. Além de oferecer a oportunidade de ingressar no ensino superior, as provas, aplicadas nos dias 4 e 5 de dezembro, ainda serviram para a certificação do ensino médio.

Punição

“Mais uma vez grevistas punem os eleitores/contribuintes. E não os eleitos/ordenadores de despesas”. Tuitada do jornalista Cesar Valente (@cvalente), sobre a manifestação dos servidores da saúde, que fechou a cidade no fim da tarde de quarta-feira (12).

Carta aberta ao novo prefeito

Prefeito Cesar Jr., a cidade não tem mais cara

Laudelino José Sardá, professor e jornalista

Caro prefeito Cesar Júnior, não há solidão tão estridente quanto a que existe no coração de uma cidade sem alma. Florianópolis tem 430 mil almas assombradas com o excesso de problemas em apenas 672 km2, e tudo parece fantasia em dois cenários teatrais. No primeiro, holofotes ao pedantismo dos que vivem em festa e a simular um glamour só percebido por quem também sonha em morar num castelo; no segundo, com ou sem borrasca, o povo consumido pelo estresse da imobilidade, violência e sem entender a razão de sermos a maior referência turística. A Ilha vive em êxtase induzida pelas visitas relâmpagos de jogadores milionários, que se saciam em estonteantes noites festivas. E nós insensatos, no delírio dos confetes midiáticos, somos incapazes de mensurar e valorizar a fascinante beleza natural da nossa cidade e, entorpecidos, ainda desdenhamos o nosso legado cultural, a face da cidade faceira, onde a mídia prefere a violência, a imobilidade, ou a ostentação de quem, por exemplo, vende uma residência por R$ 6 milhões em Jurerê com direito à ovação em coluna social, ou de quem adquire um avião, quem sabe para ver de cima o quanto é lindo o seu apê na beira-mar.
Bem, prefeito Cesar, como diz Carlos Damião, você precisa amar Florianópolis acima do fazer política. Lutamos há anos contra a cidade sem rosto, sem identidade. Poucos sabem que o Victor, aquele que pintou a primeira missa do Brasil, o Sousa, grande poeta simbolista, e tantos outros são desta Ilha, onde navegadores europeus, já a partir do século XVI, testemunharam a beleza e a cultura ímpares da região. A beleza está sendo destruída e a cultura vilipendiada. Falamos em magia da Ilha e escondemos o riquíssimo acervo de Franklin Cascaes. Temos fortalezas, museus, teatros, oficinas artesanais, artistas plásticos, poetas, ficcionistas, produção cinematográfica, universidades, musicalidade fantástica e ninguém sente essa riqueza incomensurável. É comum engarrafar-se no trânsito de Roma, Londres…, mas lá se enche o pulmão de cultura, a verdadeira natureza do homem, a energia da cidade.
Caro jovem alcaide, faça creches, imunize a ponta do coral contra a ganância imobiliária, invista na mobilidade, mas, antes de tudo, recupere o rosto da cidade, investindo nos valores culturais. Ah, por favor, mas não tire de novo dinheiro da cultura para equipar a polícia, tá? O Museu Histórico de Florianópolis, que você já anunciou, é importante, mas significa menos de 10% do oceano de legados culturais. Você sabia que a literatura catarinense nasceu em Canasvieiras, com o livro “Assembleia das Aves”, de Marcelino Dutra? Bem, a herança de navegadores, os pintores, a magia de Franklin, a poesia, a música e jornais, tudo isso merece museus também. Devolva a nossa cara!

(Publicado no Notícias do Dia de 31/10/12)

Transparência garantida no Distrito Federal

Justiça confirma legalidade da publicação dos contracheques de servidores pelo GDF
Medida adotada desde o dia 27 atende à Lei de Acesso à Informação e confere maior transparência no serviço público

Brasília, 3 de julho de 2012 – Os contracheques de 189 mil servidores do Governo do Distrito Federal voltarão a ser divulgados nesta quarta-feira (4), já com os dados atualizados, referentes ao pagamento do mês de julho. Em decisão favorável ao GDF, o Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) confirmou na noite de hoje que não há ilegalidade na divulgação dos dados, medida adotada pelo GDF desde 27 de junho para conferir mais transparência à gestão e em cumprimento à Lei de Acesso à Informação.

Em sua decisão, o desembargador Otávio Augusto Barbosa informa que o ato de divulgação “encontra-se amparado na Lei 12.527/2011, que de acordo com os princípios da conservação e da presunção de constitucionalidade dos atos normativos, encontra-se plenamente válida, na medida em que ausente qualquer manifestação judicial em sentido contrário, até o presente momento”.

O secretário de Transparência e Controle do DF, Carlos Higino, avalia como positiva a decisão: “A medida que nós tomamos não é contra os servidores, mas a favor da sociedade e da transparência da gestão pública”.

Higino afirma que já sabia que a decisão do desembargador Otávio Augusto Barbosa seria favorável, porque já existe jurisprudência sobre o assunto. “Em 2011, o Superior Tribunal Federal precisou se posicionar sobre este assunto e decidiu, por unanimidade, que a medida é constitucional”, lembra. O Ministério Público do DF e Territórios também irá se manifestar sobre o assunto, segundo o TJDFT.

Carlos Higino anuncia que os dados voltam ao ar a partir da manhã desta quarta-feira, no Portal da Transparência (www.transparencia.df.gov.br), já atualizados com os contracheques emitidos no mês de junho, com o valor do pagamento do mês de julho. Eles trarão a soma do vencimento base com as gratificações específicas recebidas por cada um dos 131 mil servidores ativos, 46 mil aposentados e 12 mil pensionistas do GDF. O Distrito Federal é a primeira unidade da Federação a dar publicidade a esses valores.

Divulgação – A publicação dos contracheques dos servidores começou no dia 27 de junho e foi suspensa, por um mandado de segurança, no dia 29. A medida atende a demanda da população e, de acordo com o secretário de Transparência, Carlos Higino, foi determinada pelo governador Agnelo Queiroz com o objetivo de “radicalizar a transparência” da gestão.

Todos os contracheques são divulgados, desde os dos trabalhadores em início de carreira até o do governador Agnelo Queiroz. O secretário Carlos Higino reforça que nenhum direito individual será violado: “Não vamos divulgar empréstimos ou pensões alimentícias, para não expor a intimidade dos servidores”.

Além do GDF, o Supremo Tribunal Federal, o governo federal e a prefeitura de São Paulo anunciaram medidas semelhantes.

Mais detalhes

www.agenciabrasilia.df.gov.br

Vândalos continuam agredindo a UFSC

O professor e jornalista Luís Carlos Cancellier de Olivo publicou em seu Facebook uma sequência impressionante de fotos, registradas no sábado (30/6), às 10h. Essa é uma das imagens que comprovam o pouco caso da administração da Universidade Federal de Santa Catarina com as festas de embalo que acontecem frequentemente no campus — muitas delas promovidas por pessoas estranhas à comunidade acadêmica. O impressionante é que essa calçada é a que conduz à própria reitoria da respeitável instituição federal. “Sinto muito dizer, mas essa não é a UFSC que queremos”, registra o professor, que leciona na área do Direito. A situação, é bom que se diga, não é de agora. A atual direção da universidade herdou a desordem da administração anterior. Mas isso também não é justificativa para que o vandalismo continue imperando na área.

A casa do…

Está para alugar um dos imóveis mais belos de Florianópolis, remanescente dos tempos em que as chácaras dominavam a região da Praia de Fora. É a casa que pertenceu ao historiador e médico Oswaldo Rodrigues Cabral, na Rua Esteves Júnior, administrada por seus herdeiros.

… doutor Cabral

O valor da locação do imóvel, anunciado nos classificados, é de R$ 35 mil, para fins comerciais. Tem área útil de 1.000 metros quadrados e nada menos do que 19 ambientes que podem ser transformados em salas para um único grupo locatário (não podem ser sublocadas), além de 5 banheiros.

O mesmo filme

Os presos da Penitenciária Estadual de Florianópolis, localizada na Trindade, começaram uma rebelião ontem, logo sufocada pelas autoridades. E, obviamente, os familiares dos detentos apareceram na sequência para dar entrevistas e reclamar das condições do estabelecimento penal.

O lado positivo

Aliás, está na hora mesmo de mostrar, de forma exaustiva, o que está acontecendo com as nossas cadeias, como as de Florianópolis, São José e Palhoça, abarrotadas de malas da pior espécie. Quem sabe os outros bandidos, que andam botando terror por aí, não se sentem desestimulados a continuar na vida do crime? Afinal, quem quer conforto e liberdade não desafia as leis.

Esclarecimento

A empresa responsável pelo feirão de automóveis realizado no fim de semana, na Praça de Portugal (Trapiche da Beira-mar), foi autorizada a promover o evento pela administração municipal, retribuindo tal licença com a doação de um automóvel zero quilômetro para o poder público, que deverá ser utilizado em ações sociais da prefeitura.

Floripa Letrada

O Floripa Letrada não acabou. A Secretaria de Educação do município esclarece que até agora já foram colocados à disposição da comunidade cerca de 170 mil livros e 83 mil revistas. O problema é que apenas 20% desses totais voltam às estantes do programa, implantado em agosto de 2010.

Amigo da Pesca

O secretário da Agricultura e Pesca, João Rodrigues, recebeu da Federação dos Pescadores do Estado de Santa Catarina, o troféu Amigo da Pesca. “Nós fazemos o melhor para atender as colônias de pesca de Santa Catarina e diminuir os problemas vivenciados pelos pescadores”, enfatizou o secretário.

Rio Araújo

Ficou uma beleza mesmo a nova ponte sobre o Rio Araújo, na Avenida Presidente Kennedy (limite entre São José e Florianópolis). A prefeitura josefense entrega o equipamento nesta terça-feira (3) à utilização dos motoristas. A nova ponte foi elevada, em relação à anterior, para evitar os efeitos dos alagamentos. E faz parte da nova paginação da Presidente Kennedy.

Ampliação

Superintendente da Fundação Catarinense de Cultura, Joceli de Souza, ligou para esclarecer: a incorporação, pela FCC, das atividades da Fundação Cultural Badesc, não quer dizer que o governo reduzirá o apoio à cultura. “Pelo contrário. Vamos ampliar as atividades”, garante Joceli, destacando o bom trabalho realizado, por tantos anos, pela Fundação Cultural Badesc.

Estranheza

O que nos parece estranho é que a Fundação Cultural Badesc, surgida em função do Espaço Cultural Fernando Beck, na antiga sede do banco (avenida Mauro Ramos), tenha atuado durante tanto tempo de forma positiva, em benefício da cultura catarinense, e só agora, mais de 15 anos depois, surgem pareceres contrários à sua existência. Repito o que já escrevi aqui sobre cultura: quanto mais, melhor.

Chico Pereira

Morto na segunda-feira (2), aos 79 anos, Francisco Pereira, um dos grandes intelectuais de Santa Catarina em todos os tempos, foi brilhante em tudo o que fez, conquistando o respeito inclusive de seus adversários políticos. Comunista de carteirinha, condição que nunca renegou e razão principal de seu exílio político no pós-64, Chico era um personagem fascinante, de diálogo fácil e imenso carisma.

Verão total

Zapeando os canais a cabo na segunda-feira (2), parei num programa que trazia a informação, no alto da tela: “Verão Total”. Achei que haviam feito confusão. Mas, não. Era um programa de verão em Guimarães (Portugal), transmitido pela RTP. Mas me senti em Florianópolis nestes dias de inverno com 30º durante a tarde.

Alma

Dentro da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, haverá uma sessão na Fundação Cultural Badesc nesta quarta-feira (4), às 19h, do documentário “Crianças, a Alma do Negócio”, de Estela Renner. O tema é a publicidade dirigida às crianças brasileiras. Logo após a exibição haverá debate com educadores, publicitários, autoridades e pesquisadores.

Eventos

Santa Catarina é o quarto destino turístico para o setor de eventos, atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Os dados da Abeoc (Associação Brasileira de Empresas de Eventos de Santa Catarina) serão divulgados nesta terça-feira (3), pelos dirigentes da entidade, em reunião com empresários ligados à Acif (Associação Comercial e Industrial de Florianópolis).

Dúvida

“Seria bom deixar claro que, levando-se em consideração que a maioria dos crimes está sendo praticada por menores, deveríamos lembrar quem foi a mente brilhante que derrubou o São Lucas sem ter um outro centro pra receber os menores infratores”. Do leitor Élcio Silva, de São José, por e-mail.

O círculo vicioso nas ruas de nossas cidades

O problema dos moradores de rua se espalha pelo Estado. Até municípios menores, como Tijucas, têm registrado em seus territórios a presença cada vez maior de andarilhos, com o consequente aumento da insegurança, resultando no registro de casos policiais de furtos e assaltos. Preocupado, o prefeito Elmis Mannrich reuniu-se com autoridades da segurança pública. A área social da prefeitura e a Polícia Militar estudam soluções, porque evidentemente os casos (abandono e violência) estão relacionados. Ou seja: a questão dos moradores de rua não é mais apenas um problema social, principalmente porque quase todos são usuários de drogas e cometem crimes para sustentar o vício.

Solução

Em certos municípios catarinenses a questão dos moradores de rua é resolvida de maneira muito eficiente. As prefeituras recolhem os andarilhos. Eles são cadastrados e despachados de volta imediatamente para as cidades de origem. Simples assim. Outras prefeituras, no entanto, pioram a situação: lotam vans e mandam os desocupados para as cidades maiores, Florianópolis incluída.

Pintam e bordam

Cena recorrente e abusiva na região central de Florianópolis: as caçambas de entulho viraram um problema para a cidade, porque os responsáveis por esses equipamentos pintam e bordam em nossas ruas. O mais interessante é que existem leis a serem observadas, em especial quanto ao caso da imagem: por que um contêiner pode impedir a passagem dos pedestres, além de ocupar vagas de estacionamento?

Confinamento

Um dos mais belos templos católicos de Santa Catarina, a Igreja de São Francisco, localizada no centro da Capital, finalmente começa a ser reformada. Construída entre o final do século 18 e início do século 19, a igreja é um raro exemplar – preservado – do estilo barroco em Florianópolis. A restauração, financiada pelo governo do Estado, ganhou um adereço que pode ser percebido logo acima do tapume: arame farpado. “A violência está empurrando a sociedade para um grande campo de concentração”, comentou um amigo comigo.

Cinema

A produção cinematográfica catarinense ganha destaque na segunda edição da Maratona Cultural de Florianópolis, que ocorre a partir do dia 23, em diversos pontos da capital. A história do CircoTeatro Biriba será contada na produção ‘É Bucha”, com direção de Gláucia Grigolo e Renato Turnes. Já a cena musical dos anos 80 e 90 é o tema do filme Bolachas, dirigido por Marcos Martins. As duas produções serão exibidas no Cinema do CIC.

Março, seu lindo

Comentário geral, agora que a cidade é só nossa: se dias como os de março tivessem se mostrado tão esplendorosos em janeiro e fevereiro, talvez a quantidade de turistas em Florianópolis fosse muito maior. “Pelo menos uns 30% a mais de visitantes”, observou-me ontem um amigo hoteleiro.

* * *

“Muita gente desistiu de vir para cá por causa da chuva em janeiro”, completou, dizendo também que a questão da imobilidade urbana é o que menos importa para quem está de férias.

Advertência

Comenta-se a boca pequena que muitos irmãos da Irmandade Nosso Senhor Jesus dos Passos estão indignados com o uso político-eleitoral da procissão deste ano. Alguns pensam em não participar do ato de fé, porque não querem ver suas convicções religiosas misturadas a pré-candidaturas à sucessão do atual prefeito. “Estão usando o evento para palanque eleitoral”, confidenciou-me um irmão.

Bolas trocadas

Tem mais sobre a Procissão do Senhor dos Passos, incluída pela prefeitura na programação de aniversário da cidade. De forma imprudente, quem organizou o calendário cometeu um erro imperdoável: relaciona o ato religioso ao dia 24, sábado, quando acontece a pré-procissão (descida das imagens para a Catedral). A procissão de fato é no dia 25, domingo. O equívoco está registrado no site da prefeitura.

Carinho

Grupo evangélico Força Jovem vai às ruas com frequência – como fez na quinta-feira (8) – para estimular a fraternidade. Uma atitude pra lá de bacana: abraços grátis, sem nada em troca, apenas pelo gesto de carinho entre estranhos que normalmente se esbarram nas ruas, mas que não mantêm qualquer contato físico ou verbal. Curiosamente, os “abraçadores” não pregam qualquer mensagem religiosa.

Conselho…

O presidente do Grupo RIC, Mário José Gonzaga Petrelli, foi convidado a participar do Conselho Político da Associação Comercial de São Paulo, a mais importante do Brasil. O Conselho é coordenado pelo ex-senador e ex-governador Jorge Bornhausen e conta com outras personalidades de peso da vida pública nacional.

… de peso

Participam da entidade: o ex-ministro Pimenta da Veiga, o senador Heráclito Fortes, o deputado federal Vilmar Rocha, o ex-deputado petista Paulo Delgado, o ex-ministro da Fazenda e senador pernambucano Gustavo Krause, o ex-governador do Paraná, João Elísio Ferraz e Campos, e o vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif.

Praça do Ovo

“Como já temos as popularmente conhecidas Praça do Banco Redondo e Praça do Avião, teremos agora então a… Praça do Ovo!”. Mensagem do diretor de Turismo da Acif, Ernesto São Thiago, sobre a mudança no desenho (era um triângulo e está ficando oval) da praça localizada próxima ao Ceisa Center, também conhecida como Praça Avenida.

Praças e nomes

Ainda sobre nossas praças, Ernesto São Thiago citou a Praça do Avião, que era referência importantíssima para a cidade, no Largo Benjamin Constant, onde na década de 1960 caiu um avião da Esquadrilha da Fumaça. O tenente-coronel Altair Salésio, do Corpo de Bombeiros, lembra à coluna que a tradicional Praça Getúlio Vargas é conhecida popularmente como Praça do Bombeiro.

Avenida Zininho abre para testes dia 28

O Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF) vai abrir a Avenida Poeta Zininho (Beira-mar Continental) para testes no dia 28 deste mês. E é bem provável que já fique aberta ao tráfego definitivamente, ao mesmo tempo em que serão feitos ajustes técnicos. A inauguração oficial deve ocorrer no dia do aniversário da capital catarinense – 23 de março. Na coluna desta sexta.