As árvores do Largo da Alfândega

Como há muita gente dizendo (escrevendo) nas redes sociais que a requalificação do Largo da Alfândega Prefeito Dakir Polidoro suprimiu árvores, que o espaço virou um “deserto” de verde, fui ao meu arquivo e recolhi algumas imagens registradas no ano 2005 para mostrar que as árvores daquele ano são as mesmas que estão lá hoje. Todas as fotos são minhas. Confira:

1-001

Esta é de 11 de maio de 2005. Repare na mureta à direita, que separava a área do Mercado e da Alfândega do mar

2-001

Esta é de 14 de janeiro de 2005, com a tradicional Feira Livre da Alfândega

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

De 24 de junho de 2005, onde hoje está o deque (mais pra direita) com a cobertura de uma tramoia

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

De 19 de agosto de 2005, dia do incêndio da ala Norte do Mercado Público

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Palmeiras do aterro, em registro de 7 de setembro de 2005. A banca de jornais e revistas, que não existe mais, tinha o nome de “Banca da Alfândega”

 

ATUAIS

A seguir, registros do dia da reinauguração do espaço, 8 de fevereiro de 2020.

6a

8a

9a

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s