Jogo do prende-e-solta atordoa a sociedade

A Justiça vem “pegando leve” com criminosos que a polícia prende e encaminha para os procedimentos legais. O longo desabafo do comandante Araújo Gomes, do 4º Batalhão da Polícia Militar, publicado nas redes sociais, deveria servir de alerta para os magistrados. Há quase duas semanas, a PM prendeu um bandido que havia participado do atentado a uma base policial no Norte da Ilha. Uma juíza mandou soltar o criminoso porque, segundo a ótica da magistrada, não “havia provas” suficientes para incriminá-lo. Curiosamente, dez dias depois o sujeito foi preso de novo, com muito mais provas – inclusive a arma de fogo – que evidenciam sua participação no atentado e também nos violentos ataques a ônibus na capital catarinense. O tenente-coronel comentou o assunto em seu Facebook de forma sincera e objetiva: “Se ordenou que ele fosse preso novamente e assim foi feito, mas é preciso lembrar algo: prender alguém, principalmente alguém violento e perigoso, nāo é um ato burocrático tipo vai lá e prende. É uma açāo de risco, com perigo de morte para os policiais, os vizinhos e para ele mesmo. Um risco que os profissionais nāo precisavam correr se tivessem sido ouvidos. Um risco que a sociedade nāo precisava correr durante dez dias se a polícia tivesse sido escutada”.

Outro exemplo

Para comprovar ainda mais a pegada leve da Justiça: Nelson de Oliveira Júnior, condenado a 29 anos de prisão por homicídio, foi liberado no fim da semana passada pelo Judiciário. Vai aguardar seu recurso em liberdade, causando indignação entre os policiais e também no promotor público Onofre José Carvalho Agostini. A sociedade está muito perto de perder a esperança, quando a violência é tratada com tanta displicência e liberalidade judicial.

Ocupação

Na sexta-feira (30) à noite, cicloativistas promoveram uma “ocuppy ciclofaixas” no centro de Florianópolis, gritando o refrão “saia do sofá, venha pedalar”. Pelo jeito gostaram do jeitinho brasileiro promovido pela prefeitura nas ruas da cidade, mesmo que, em certas vias, a ciclofaixa comece de um lado e continue do outro… Uma coisa assim bem nonsense, não tem?

Ordem

“Chega de impunidade, de corrupção, de crimes, de violência, de desrespeito geral. Que país é este? Onde está a Ordem e Progresso?”. Desabafo do tenente-coronel Silvio Ribeiro, do 22º Batalhão da Polícia Militar, sobre a excessiva liberalidade do Judiciário em relação a criminosos.

Ponto Final - 3-12-12 - Foto 1A

Absurdo

Outro caso sério envolvendo essas ciclofaixas pintadas às pressas e sem nenhum planejamento ou lógica urbana: no Saco Grande (foto), motociclistas entenderam a providência da prefeitura como demarcação de estacionamento para motocicletas (e não é que elas cabem direitinho na largura?). Por causa disso, a história virou piada na cidade, com manifestações indignadas nas redes sociais e rodas de bate-papo.

A lei existe

Leonardo Battistotti Nunes lembra, a respeito da desobediência civil generalizada no trânsito de Florianópolis, o artigo 193 do Código de Trânsito Brasileiro: “Transitar com o veículo em calçadas, passeios, passarelas, ciclovias, ciclofaixas, ilhas, refúgios, ajardinamentos, canteiros centrais e divisores de pista de rolamento, acostamentos, marcas de canalização, gramados e jardins públicos. Infração: gravíssima”. Pois é, a lei existe, cadê a autoridade?

Fé na ostra

“A propósito da nota ‘Ostras’, é oportuno salientar que o Grupo RIC teve ‘fé na ostra’, ao contrário dos órgãos que deveriam promover o festival. Creio que esse festival, promovido na origem, vai ter raízes e prosperar nos próximos anos”. Opinião do leitor Leopoldo (Neco Pelin), sobre o que publicamos no fim de semana na coluna.

Praia de Fora

“Sugiro que a Prefeitura não se esqueça da praia da Avenida Rubens de Arruda Ramos (Beira-mar). Mantendo a praia limpa, possibilitando a população de tomar de sol. Não vamos tomar sol e banho de mar (água poluída) como prometeu certo candidato durante campanha para prefeito. Só manter a praia limpa, já basta. o visual será outro e como já disse, a população poderá tomar banho de sol. Fica a sugestão para o novo prefeito”. Do leitor Djalma Bertoncini.

Ética profissional

Arquitetos e urbanistas vão discutir ética e exercício profissional no 1º Encontro Anual do CAU/SC (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), no próximo dia 8, no Hotel Majestic. Luís Comerón, do Colégio de Arquitetos da Catalunha, e Márcia Tiburi são dois dos convidados para o evento. Organização da AsBEA/SC (Associação de Escritórios de Arquitetura do Brasil, seccional de Santa Catarina) e IAB/SC (Instituto dos Arquitetos do Brasil).

Cobiça

Aquela história da casa rosa, na rua Bocaiúva, envolve muito mais que o trâmite oficial sumaríssimo na prefeitura para licenciamento de um prédio comercial. Há uma disputa empresarial forte, nos bastidores, por causa dos altos valores envolvidos na transação. Empreendedor garante que o patrimônio histórico não será destruído e que as árvores são exóticas, portanto, sem grande valor ambiental.

Homenagem

Empresária Sara Camargo, integrante da diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas de Florianópolis, recebe neste dia 3 o prêmio Destaque do Combate à Pirataria, concedido pelo Cecop (Conselho Estadual de Combate à Pirataria). Esta segunda-feira (3) assinala o Dia Estadual de Combate à Pirataria, uma iniciativa que uniu governantes e empresários na luta contra o crime.

Ponto Final - 3-12-12 - Foto 2A

Pescaria

A pesca de arrasto na praia do Santinho é um dos espetáculos que os moradores da Capital têm o prazer de acompanhar. Nas mãos do pintor Nicson, a tradição vira arte. Mantendo os hábitos de quando pintava nas ruas, próximo à Alfândega, Nicson gosta dos espectadores por perto e deixa seu ateliê aberto para quem quiser vê-lo criar. Ele mantém o espaço na mesma loja onde atende clientes e registra encomendas, no Floripa Shopping.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: