Papo cabeça com Mário Milton Müller

Costurando nossos retalhos alemães

“Sou um Fritz Weisskopf (‘Fritz cabeça branca’) do interior, de coisas simples, de lembranças, de emoções, de valores cada vez menos honrados e lembrados. Sou muito feliz em viver tudo isso em pleno século 21”, autodefine-se o pesquisador Mário Milton Müller, que trouxe a cultura da Stammtisch para a Grande Florianópolis, criou a Deutsches Fest e a Oktobertanz e, agora, fundou e administra o primeiro kneipe (pub alemão) da região metropolitana. Ele defende a valorização das nossas origens culturais, pouco importa a etnia.

De onde vem a sua paixão pelas pesquisas envolvendo a cultura germânica?

Mário Müller – Vivência, origens, costumes. Minha primeira língua foi o alemão num lugarejo distante fundado por imigrantes alemães, entre eles meus avós (paternos e maternos) em Piratuba, SC. A convivência com os familiares e seus costumes, a preparação dos alimentos, a arrumação da casa, as músicas na eletrola Telefunken de meu pai, o exemplo do trabalho e a percepção da conduta sempre muito honesta, correta e o comprometimento com tudo o que se fosse fazer (envolver-se). Exemplos familiares e de toda uma comunidade onde cresci.

Quais iniciativas de valorização da cultura germânica você destaca?

Mário Müller – Sou um dos fundadores da Deutsche Welt (Sociedade de Cultura Alemã em Florianópolis). Criamos a Deutsches Fest (Festa Alemã) que acontece há 13 anos e a Oktobertanz, em São Pedro de Alcântara, que abre a temporada das Oktoberfestas. O Stammtisch eu conheci em Blumenau no ano 2001 e trouxe aqui para nossa região em 2004. Criei ainda o Bier und Schnapswagen, o Schnapsmotorrad, ajudei a criar a Banda Haus Musikanten e batizei a Banda Heimatland de São Bonifácio.

Qual a importância desse tipo de trabalho?

Mário Müller – A importância desse trabalho para mim é ajudar a costurar os retalhos alemães (dessa região) nessa “grande colcha de retalhos que é o Brasil”. Penso que, se nossas cidades (de qualquer origem) mantivessem seus costumes, casarios e folclores; o turismo – essa grande empresa que vem despertando particularmente no Brasil, traria para esses lugares um retorno de múltiplas formas. Veja o lado oeste da BR 101 na Grande Florianópolis, praticamente todo formado por acolhedoras cidades de descendentes alemães de hábitos muito interessantes. Falta apenas definir roteiros que deixariam muitas rotas famosas a suspirar, porque nossa região, além de estar num vale incomparável, é de uma riqueza cultural e gastronômica saborosa e de grande importância.

De onde surgiu a ideia do kneipe?

Mário Müller – Die kleine Kneipe Weisskopf, uma forma de pub ou, um bar temático. Uma porta para viver as ações que não consegui implantar nos municípios onde sempre achei viáveis ações germânicas. Weisskopf é o nome do Kneipe, com gastronomia, música, decoração, jornais, revistas e livros para serem culturalmente saboreados…

Você vive entre São Pedro e São José. São Pedro lhe atrai mais?

Mário Müller – Estou entre as duas cidades realmente. Em São José moro numa casa estilo enxaimel, guardo inúmeras relíquias alemãs, mas viajo de segunda a quarta. Questões como segurança e trânsito são determinantes para eu aguardar ansioso a quinta-feira, dia que vou até a “primeira colônia alemã de Santa Catarina”, o ninho da águia. Lá a tranquilidade, a vizinhança, o silêncio, as ruas movendo-se lentas e silenciosas, o sino da igreja, o canto dos pássaros, tudo me reporta a minha infância e me isola dos tumultos barulhentos e às vezes perigosos de nossa região metropolitana.

Inimigos

“Fico muito frustrado em conseguir tantos inimigos e não ter tempo de alimentá-los”. Tuitada do sempre cáustico Dino Cantelli ‏(@tiodino).

Tecnologia

Quem tem uma boa ideia de negócio para a área de Tecnologia da Informação pode contar com a ajuda de um dos órgãos de fomento à inovação no Estado. O MIDI Tecnológico está com processo seletivo aberto para apoiar seis novas empresas: duas na categoria residente, com instalações no prédio do MIDI, e duas para incubação virtual. As inscrições seguem até esta segunda-feira (4). Mais informações: assistente.midi@acate.com.br.

Identidade…

Foi uma noite para lá de especial, a da entrega do Troféu Manezinho da Ilha a um grupo de personalidades locais, na quinta-feira (31/5). Com o Iate Clube Veleiros da Ilha lotado, foi possível reviver grandes momentos de Florianópolis, em depoimentos marcantes e emocionados, como os dos homenageados Hélio Barreto, João Nilson Zunino e padre Edgard de Oliveira.

… valorizada

O evento reuniu gente que não se via há muito tempo e que teve a oportunidade de se reencontrar num evento assinalado por lembranças importantes, como a própria trajetória do criador do troféu, o falecido jornalista Aldírio Simões. Ao final, ficou a sensação, entre muitos, de que a cidade tem duas festas que mexem com nossas raízes e estimulam nossa identidade – o Ricaldinho da Ilha e o Troféu Manezinho da Ilha. Vida longa para as duas!

Prevenção

Estudantes apareceram na área do Ticen, na sexta-feira (1) à tarde, para protestar contra o suposto reajuste das tarifas do transporte coletivo. Eram poucos. Mas os protestos de 2004 e 2005 começaram assim, com alguns gatos pingados. E depois se transformaram em imensas rebeliões populares.

Homem bituca

A Eletrosul ousou na campanha do Dia Mundial de Combate ao Tabagismo para que empregados e familiares apaguem essa ideia. Em um ano, um fumante consome 7.300 cigarros. Com o slogan “A fumaça vai embora. Todo o resto fica dentro de você”, empregados montaram o “homem bituca”, um manequim coberto com 1.200 cigarros.

* * *

Foram colocados ainda mais sete totens pelos corredores do prédio, simbolizando pulmões com 800 cigarros em cada, totalizando mais 6.800 cigarros. A empresa tem um programa interno que apoia os empregados dependentes de álcool e nicotina.

One response to this post.

  1. Damiao, aonde fica o pub do Fritz? Lehmkuhl

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: