Combater a poluição é desafio. Mas como?

Cuidado. Preservar nossas belezas é desafio de todos. Foto Carlos Damião

Convenhamos: com a ocupação desenfreada de nossa região litorânea, quem há de estranhar a divulgação de um relatório de balneabilidade como o que a Fatma lançou a público na sexta-feira, alertando para o comprometimento de quase 30% das praias de Florianópolis? Sinceramente, a situação sanitária no litoral catarinense é dramática e preocupante, porque os programas de saneamento não acompanham a demanda habitacional. E o pior é que as ocupações irregulares transformam cidades como Florianópolis em verdadeiras “bombas” ambientais. Mas é preciso ressaltar que a responsabilidade não é unicamente do setor público. Há moradores e comerciantes da cidade que ligam seus esgotos à rede pluvial ou lançam dejetos domésticos, inclusive restos de combustíveis, diretamente nos cursos de água.

Leiteria

“Acho difícil a situação da ponte se alterar. Com certeza ela é a ‘teta’ de alguém. E vai dar muito leite ainda…”.

Comentário enviado à coluna por um leitor que se assina “Doctor”, sobre a prolongada história de obras na ponte Hercílio Luz, interditada para o tráfego de veículos, por conta de problemas estruturais, há quase 29 anos.

Constatação

Colhido do twitter: “Tá, então os turistas começaram a chegar na minha rua? Aos bandos. De novo. Odeio verão”. Do tuiteiro @delucca, que vive em Balneário Camboriú.

Jubileu. O padre Pedro Koehler recebe homenagens. Foto Divulgação

Apostolado

Um registro indispensável neste sábado: o cinquentenário de vida sacerdotal do padre Pedro José Koehler, personagem fundamental da história da Igreja Católica e, mais que isso, do próprio cotidiano de Florianópolis. Popular, carinhoso e atento, padre Pedro merece todas as nossas homenagens. Neste domingo, haverá missa comemorativa às 19h30, na Catedral Metropolitana. Na segunda-feira, nova celebração, no mesmo templo, às 19h15.

Privilégio

O empresário Ernesto São Thiago foi convidado por Eike Batista para um almoço especial na última quarta-feira. O bilionário reuniu no Rio de Janeiro alguns tuiteiros com quem troca ideias, para discutir empreendedorismo, perspectivas de negócios e desenvolvimento econômico. São Thiago foi o único catarinense a integrar o seleto grupo.

Ambiente

O Inventário Florístico Vegetal de Santa Catarina está divulgando resultados e prestando contas. Segundo o ex-reitor da UFSC, Diomário de Queiroz, o inventário subsidiará políticas públicas no meio ambiente, florestas, agricultura e ocupação de solos. Sem dúvida, uma excelente ferramenta na mão dos futuros governantes. O projeto envolve várias instituições públicas federais e estaduais.

Sem garantia

Ninguém me contou, eu vi: uma índia boliviana, com trajes típicos, montou barraca ao lado do Ceisa Center, na sexta-feira. Mas, no lugar de produtos artesanais, vendia camisas e camisetas de grifes francesas e norte-americanas. Tudo falsificado, claro.

Caos…

A Câmara de São José realizou na noite de quinta-feira uma audiência pública sobre a situação da violência no município. Autoridades estaduais e municipais compareceram para debater as principais questões do problema. O secretário municipal de Segurança Pública e Defesa da Cidadania, coronel Edson Souza, admitiu: “Por muitos anos não discutimos segurança pública, apenas ações paliativas para resolver a questão, estamos em um caos”.

… e esperança

O ponto positivo da audiência pública foi a informação repassada pelo secretário Edson Souza, de que a instalação das câmeras de monitoramento eletrônico – compradas em agosto – começou no último dia 8. Desde a aquisição, pela prefeitura, os equipamentos estavam depositados numa sala da secretaria.

BR-101. Levantamento da Fiesc aponta deficiências da rodovia. Foto Carlos Damião

Falta muito

Vem polêmica por aí a propósito da BR-101 Norte: a Fiesc (Federação das Indústrias de Santa Catarina) vai apresentar na segunda-feira um diagnóstico sobre a rodovia, apontando o desleixo da concessionária Autopista Litoral Sul com a manutenção da estrada. Segundo o estudo da Fiesc os investimentos são desproporcionais aos valores arrecadados nas praças de pedágio.

Plano Bote

No Papo de Redação (Rádio Guarujá) de sexta-feira o empresário Ernesto São Thiago observou, a propósito da imobilidade urbana em Florianópolis: “Não temos um plano B para acesso à Ilha de Santa Catarina, caso aconteça alguma coisa nas pontes. Na verdade, o plano B que temos é um só – o ‘Plano Bote’”.

* * *

A jornalista Carla Cavalheiro, que ouvia o programa no rádio de seu carro, enviou a mensagem: “Fiz o trajeto Santa Mônica – Capoeiras – Santa Mônica em 1h56min. Show, hem? E vocês falando de mobilidade. Raios! Quero o meu bote!”.

Moderníssimo

Governador eleito Raimundo Colombo inovou ao divulgar os nomes dos secretários que faltavam para completar o colegiado: utilizou o twitter, moderna ferramenta de comunicação instantânea. Colunistas e repórteres passaram a tarde de sexta-feira apertando a tecla F5 de seus computadores, justamente a tecla responsável pela atualização de informações.

Trânsito on-line

Outra questão que “bombou” no twitter, na sexta-feira à tarde, foram as informações de trânsito. Tuiteiros presos nos engarrafamentos espalhados pela cidade – tanto na Ilha quanto no Continente – repassavam dados sobre a tranqueira geral que mais uma vez paralisou grande parte da Capital.

Piorando

Leitores já haviam observado, em mensagens ao colunista, que a reserva de estacionamento para autoridades, em frente à prefeitura de Florianópolis, estava piorando a mobilidade no Centro. De fato, os congestionamentos pioraram muito depois que a medida foi adotada, simplesmente porque a rua é muito estreita e os gigantescos “amarelões” (cadê os “amarelinhos”?) têm dificuldade para dobrar a esquina.

Revitalização…

Comerciantes do circuito das ruas Vidal Ramos e Trajano estão eufóricos com a qualidade da revitalização realizada pela prefeitura nas duas vias. Quem passa pela região sente o alto astral, tanto durante o dia quanto no início da noite – as ruas receberam iluminação especial de Natal.

… é aprovada

Um comerciante explicou ao colunista por que os lojistas não reivindicaram a implantação de calçadão nas ruas Vidal Ramos e Trajano. “Primeiro, porque há muitos prédios residenciais; segundo, porque o movimento comercial perderia muita força”. Por conta das obras realizadas, os veículos passam em velocidade bem reduzida.

Anúncios

3 responses to this post.

  1. Posted by Sérgio Luiz da Silva on 11/12/2010 at 9:48

    Damião, na divulgação do secretariadoutilizou-se uma ferramenta moderna. As nomeações…mais que modernas. Tente encontrar um pingo de familiaridade entre os “eleitos” e as pastas. Mais quatro anos de …deixa prá lá!

    A revitalização da Vidal: aconselho o comerciante a conhecer Nice (França) e visitar a região central. Mudará de opinião, certamente. O movimento comercial das áreas de “calçadões” proporcionam vitalidade à cidade. Os espaços destinados às pessoas são a essência do Centro. A circulação de veículos (mesmo de moradores) obedece critérios.

    Mobilidade: a cidade não precisa de Plano B. Normalmente um arranjo pior do que está. Não precisamos citar exemplos. A mobilidade urbana na região, face as questões geográficas, demanda atenção a modais, especialmente usando as baias. Implica, necessariamente, em restrições ao uso de carros. Nesse sentido uma “bobagem” o elevado da Rita Maria. A prioridade dos gastos continua sendo noi sentido de privilegiar automóveis (transporte individual). Mofaremos…

    Poluição das praias: um dos diagnósticos está dado. As construções “sustentáveis” estão contribuindo de modo cabal. Obras irregulares e “regulares”, somadas…

    Abraços.

    Resposta

  2. Faço de todas as palavras do Sérgio Luiz da Silva as minhas palavras.

    Resposta

  3. […] a poluição é desafio. Mas como? Da coluna Ponto Final, por Carlos Damião (ND, […]

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: