Falta de respeito com a cidadania

Falta de respeito com a cidadania

A falta de manutenção e sinalização nas marginais da BR-101 em São José repercutiu na sessão da Câmara Municipal de quarta-feira. O vereador Moacir da Silva (PMDB) destacou que a situação é vergonhosa. Outro parlamentar, Orvino Coelho (PP), aproveitou a deixa para cobrar das autoridades: “Cadê a alça de contorno da BR-101”? O interessante é que, tirando um ou outro pronunciamento de políticos, autoridades e líderes empresariais, ninguém, entre os que têm que dar satisfações à sociedade, aparece para anunciar ou pelo menos explicar o que está acontecendo – por que a alça de contorno não avança? Tudo parece cair no mais profundo e inquietante esquecimento, como se a tergiversação fosse algo definitivamente incorporado ao nosso cotidiano. A tergiversação praticada pelos responsáveis é não apenas preocupante, é revoltante. Chega de enrolação!

Cágados

“O pouco que resta da (i) mobilidade urbana de Florianópolis tem a participação direta dos motoristas. Solidários com seus semelhantes, os motoristas – nem todos, é claro – permitem que o trânsito ande, a passo de cágado. E na velocidade de um cágado, assiste-se, dia a dia, o trânsito ficar cada vez ….mais parado…”. Paulo Stodieck, em mensagem ao colunista.

Cerco. Operação policial no centro de Florianópolis, ontem. Foto Divulgação

Dinheiro a rodo

A cena (foto) já é quase corriqueira em Florianópolis, mas chama atenção das pessoas e é sempre objeto de piadas. Quem vê a operação de chegada de dinheiro – muita, mas muita grana – ao Banco do Brasil no Centro tem sempre uma remota esperança de que acabe sobrando algum para forrar o bolso. Talvez por isso o esquema de seguranças seja sempre tão espalhafatoso.

Futebol e doação

Na rodada de trabalhos de conclusão de curso, área de jornalismo, da Estácio de Sá, destacam-se nesta sexta-feira (10/12): “A Travessia de um Sabiá”, documentário sobre o ex-jogador Lico, TCC dos alunos Cleber Latrônico e Fábio Lima, com orientação de Paulo Scarduelli e Regina Zandomênico; e “5 ml de Esperança”, TCC das acadêmicas Hemilin Cândido Alves e Karla Simas, orientadas por Regina Zandomênico, que aborda a questão da doação de medula óssea.

Mulheres

A Câmara de São José aprovou, na noite de quarta-feira (8/12), requerimento solicitando que o governo do Estado assine o Pacto Nacional de Enfrentamento à Violência contra a Mulher. O Legislativo aprovou ainda a constituição de uma Comissão Especial, com a finalidade de discutir políticas de enfrentamento da violência contra a mulher

Mãos erradas

Demorou, mas aconteceu. A Guarda Municipal de Florianópolis, que não é polícia – e, portanto, não poderia portar armas de fogo – cometeu seu primeiro desatino na quinta-feira (9/12). Um desatino que só não se transformou em tragédia por pura sorte do pedestre atingido pelo tiro disparado por um agente da GMF.

Solidariedade

No dia 16 deste mês a Rádio Guarujá, juntamente com o Hemosc e a Prefeitura de São José, estará realizando a campanha “Todo dia é dia de doar”, projeto da emissora que tem o objetivo de auxiliar o Hemosc no cadastramento de doadores de Medula Óssea. Toda a programação da rádio será transmitida diretamente de São José.

Festa

A Associação Catarinense de Imprensa promove neste sábado (11/12), no Sesc Cacupé, a festa de encerramento do ano, reunindo associados, dirigentes e simpatizantes. O presidente da entidade, jornalista Ademir Arnon, pilotará o encontro, que terá como peça de resistência uma saborosa paella.

Marco. Herança açoriana é destaque em São José. Foto Laureci Cordeiro/Divulgação

Cultura

São José vai instituir a Semana Açoriana, sempre na semana em que se situa o dia 26 de outubro, data da fundação da Freguesia de São José da Terra Firme. Na justificativa, o vereador Adriano de Brito (PR) destaca a história e a cultura (foto) como “propulsoras para o turismo e para a educação regional”.

Correção

O colunista deu uma de Hortelino Troca-Letras na edição de quinta-feira (9/12). O nome da autora do livro Florianópolis – Memória Urbana, 3ª edição, que será lançado hoje à noite o Palácio Cruz e Sousa, é Eliane Veras da Veiga (foto), não Elaine como saiu publicado. Peço desculpas à autora.

Hotelaria

O atual presidente da ABIH-SC (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), João Eduardo Amaral Moritz (Janja), foi reeleito para o cargo, biênio 2011/2012. A entidade tem hoje representação em todas as regiões turísticas de Santa Catarina. Um dos desafios da diretoria é enfrentar o grave problema de falta de mão de obra que afeta o setor.

Ambiente

Sobre nota da coluna de quinta-feira (9/12), o leitor Ênio Lima assinala: “Vale lembrar que o Rio Araújo é o segundo mais poluído da região só perdendo para o Canal da Udesc, paralelo à Avenida Madre Benvenuta, antigo leito do Rio Itacorubi, que foi transferido para os fundos da antiga Telesc. O que corre nesse canal só vendo para acreditar”.

Mobilidade

Está marcada para esta segunda-feira (13/12), às 19h, a audiência pública que vai discutir as obras de revitalização da Rua Deputado Antônio Edu Vieira, no Pantanal. Uma das alterações propostas é a implantação do sistema binário – ou seja, a transformação da via em mão única (a outra mão seria pela Carvoeira).

Nada funciona

Colhido do twitter (de @rfsilveira26): “Cartório, banco, polícia, serviço público, sistema viário, hospitais… Se pararmos pra pensar, vivemos num país em que nada funciona!”. E, de fato, o pouco que funciona, funciona mal, mesmo com tantos impostos que a cidadania recolhe, sempre com sacrifícios.

Fora de órbita

A propósito da aprovação do projeto isentando entidades das taxas do ECAD, diz o leitor Carlos Eduardo: “Vê-se mais uma vez os vereadores de Florianópolis se metendo a legislar sobre o que não lhes compete. Para que será que serve a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara? Será que eles não sabem que a matéria é privativa da União, já tratada na lei federal 9.610/1998, que não está sujeita a alterações pelos estados e municípios? E ainda querem aumentar o número de vereadores …”.

Tecnologia

A venda de notebooks no Brasil está superando a de desktops, conforme levantamento da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica). O mais impressionante são os preços cada vez menores praticados pelo mercado: grandes redes de varejo anunciam desktops completos por menos de R$ 1 mil, enquanto algumas marcas de notebooks não custam mais do que R$ 1,2 mil.

Anúncios

One response to this post.

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Carlos Damiao, Carlos Damiao. Carlos Damiao said: Em contraponto à Semana Farroupilha, comemorada (!!!) em SC, São José terá Semana da Cultura Açoriana. http://bit.ly/eHjTIj […]

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: