Coluna de terça (9/11)

Por que a lei não é aplicada?

Os motoristas que interrompem o trânsito na Mauro Ramos têm o dever de saber o que dispõe o Código de Trânsito Brasileiro sobre esse tipo de comportamento: “Estacionar o veículo na pista de rolamento das estradas, das rodovias, das vias de trânsito rápido e das vias dotadas de acostamento. Multa de R$ 191,54. Infração gravíssima (7 pontos)”.

Tem mais. Há outro dispositivo que estabelece o seguinte: “Estacionar o veículo impedindo a movimentação de outro veículo. Multa de R$ 85,13. Infração média (4 pontos)”.

Então, autoridades de Florianópolis, por que não aplicam a lei? Podem escolher entre as duas alternativas que a lei oferece…

Ação muito…

Antes mesmo da reunião com a diretoria da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Florianópolis (CDL), programada para amanhã, a prefeitura desencadeou uma grande operação, ontem, para reprimir o comércio ilegal de inúmeras mercadorias na região central da cidade. Muito bom que isso tenha acontecido, inclusive com conflitos entre os ambulantes e as autoridades do município.

… oportuna

Alguém precisa colocar ordem nas ruas de Florianópolis. E a prefeitura provou ontem que, quando pode, tem força para evitar o crescimento da ilegalidade, o dinheiro fácil e farto que os ambulantes faturam, prejudicando direitos autorais e o comércio estabelecido.

Infância

Crianças que foram ver o Papai Noel de perto, no Floripa Shopping, não quiseram nem saber: puxaram a barba do bom velhinho para ver se era mesmo de verdade. Ficaram encantadas, é claro, porque o homem que representa Noel cultiva sua barba – real – o ano inteiro.

Bacana

Caminhar ou pedalar pela Avenida Beira-mar de Florianópolis já está se tornando atividade mais prazerosa. A parte pronta do calçadão (foto), implantado em parceria entre a prefeitura e a Celesc, ficou muito bacana. Dá gosto caminhar ou correr por ali.

Fracassos

Além das secretarias de desenvolvimento regional, que não evitaram a litoralização de Santa Catarina, outra invenção do atual governo está se esfacelando: as centrais de polícia. O que parecia ideal para o trabalho policial – a concentração das atividades num único lugar – não conseguiu se sustentar, por absoluta falta de meios.

Meia-sola

Reclamações sobre o acesso ao Aeroporto Hercílio Luz não param. Quem vai para a região fica trancado por uma hora, no mínimo, nos engarrafamentos. Em dia de jogos do Avaí, a situação é ainda mais dramática. Resta saber se o viaduto da Seta, depois de pronto, será a solução para resolver o problema. Talvez seja apenas uma saída meia-sola.

Atraso

A atividade turística em Florianópolis depende de duas formas de acesso – pelas estradas e pelo ar. Apesar de tanto mar em volta, a cidade continua sem um sistema de transporte marítimo que pudesse, ao menos, ajudar a desafogar o trânsito. Lanchas do Centro ao Aeroporto, em viagens de 15 minutos, nem pensar, não é mesmo?

Pedágio

Gente que fica trancada nos engarrafamentos costuma pensar em soluções. Mário Cesar Pacheco enviou a sua: “Quem sabe a cobrança de um pedágio para entrar na ilha seria a solução? O dinheiro arrecadado seria revertido para a melhoria do transporte coletivo de massa, manutenção das rodovias, vias e implantação de ciclovias na Capital”.

Plataforma

Treze membros da equipe de bordo do OSX-1, primeira plataforma de exploração de petróleo da OSX, estão em Cingapura, acompanhando o processo de customização da unidade, que deve operar a partir de 2011. Esse é o tipo de equipamento que a OSX deve construir em seu estaleiro de Biguaçu, caso este obtenha a licença ambiental.

Lei e ordem

Diz o leitor Paulo Roberto que “sensação de segurança é só sensação mesmo, basta olhar a foto (publicada no fim de semana) e comprovar que fazem muito pouco, ou quase nada. Refiro-me ao veículo que aparece na foto estacionado na Praça 15, o local é um ponto de táxi, no entanto, nada é feito e a prática é comum”.

* * *

Tem razão, Paulo Roberto. Digo mais: o ponto de táxi do Terminal Rodoviário Rita Maria virou estacionamento de veículos particulares. Os taxistas não conseguem impor respeito – e nem é obrigação deles. Tivéssemos guarda de trânsito, seria da guarda de trânsito.

Gastronomia

A Abrasel-SC (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) será homenageada hoje pela Assembleia Legislativa pelos 15 anos de atividades no Estado. A entidade foi responsável pela profissionalização do setor. Hoje o selo Abrasel é garantia de qualidade.

Queixas

1 – Jorge Goerck, dos Ingleses, reivindica: o bairro precisa de sinaleiras e de praças decentes. Pede providências da prefeitura.

2 – Moradores da Praia do Sonho (Palhoça) reclamam do abandono daquele balneário. Ações do poder público desapareceram.

3 – Em Santo Antônio e Sambaqui, queixa geral é quanto à insegurança pública. Comunidade promoveu reunião ontem à noite e espera soluções por parte das autoridades.

Risco

Quando não são podadas regularmente, árvores às margens de rodovias tornam-se um perigo. Na estrada que corta o Rio Vermelho, por exemplo, há várias dessas armadilhas da natureza. Dois jovens de Florianópolis alertam que, semana passada, foram atingidos por um galho quando passavam de moto pela rodovia. Por sorte, ninguém se feriu com gravidade.

Inépcia

Do impagável jornalista Carlos Tonet, em seu Twitter (@carlos_tonet), sobre o fracasso de mais um Enem: “O presidente do Inep está no lugar certo. Nunca vi ninguém tão inepto”.

Anúncios

3 responses to this post.

  1. […] 9/11/10 » Compartilhe este link no Twitter Da coluna Ponto Final, por Carlos Damião (ND, […]

    Responder

  2. […] 9/11/10 » Compartilhe este link no Twitter Da coluna Ponto Final, por Carlos Damião (ND, […]

    Responder

  3. Não sou engenheiro, mas pelo movimento que vejo nos ônibus, há pelo menos três linhas de transporte marítimo municipal que poderiam ser implantadas: Jardim Atlântico, Santo Antônio e Tapera. Com barcas semelhantes à Rio-Niterói, poderiam desembarcar ao lado do CentroSul ou na Beiramar, ligando esses bairros ao Centro em cerca de 20 minutos ou menos. Com uma tarifa razoável, seria um alívio ao tráfego nos horários de pico. Pode até não dar certo, mas, se tantas outras alternativas já foram testadas e abandonadas, por que não tentar mais uma?

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: