Coluna de segunda (8/11)

Tudo liberado

Nesta quarta-feira (10) o prefeito Dário Berger reúne-se com o presidente da CDL, Osmar Silveira, e o seu sucessor, Pedro Paulo de Abreu, para tratar das ações do poder público contra os ambulantes ilegais neste período que antecede o Natal. A naturalidade com que agem estes meliantes é uma afronta à sociedade organizada.

Os ambulantes passeiam com os produtos ilegais em carrinhos de mão lotados, pelas ruas centrais da cidade, sem ser importunados. Já a vida de quem opta pela legalidade inclui burocracia, taxas e impostos, fiscalização etc.

* * *

Na sexta-feira, uma legião de vendedores de jabuticaba invadiu o Centro, transportando o produto em carrinhos de mão. Perguntei a um deles sobre a procedência do saboroso fruto: Braço do Norte. Portanto, lá, no Sul do Estado, eles descobriram que em Florianópolis está tudo liberado. Logo…

Ousadia

Vejam vocês a quanto andamos: os bandidos não atacam apenas delegacias e postos da PM. Na semana passada, chegaram ao centro do poder, o palácio do governo localizado na SC-401. Não é piada. É fato: roubaram um carro no estacionamento ao lado do gabinete do governador. Há testemunhas.

Apagão

Moradores de Barreiros ficaram quase 15 horas sem energia elétrica, entre sexta-feira e sábado. Desesperados, não sabiam mais o que fazer, porque a Celesc alegava não ter equipes suficientes para atender a todos os pedidos de restabelecimento da rede. Houve protestos generalizados através do Twitter.

Lombada

Vereador Asael Pereira (PSB) protocolou requerimento na Câmara, para que seja colocada faixa de pedestre e lombada em frente ao Posto de Saúde na Rodovia João Gualberto Soares, no bairro Rio Vermelho. Segundo Asael, essa solicitação vai prevenir acidentes e proporcionar bem-estar aos moradores do bairro.

“Teje” preso

A Marinha, responsável pelo patrulhamento das atividades marítimas, raramente chama atenção nas suas abordagens a embarcações. Mas no sábado, diante de um protesto comunitário, com sabor político, a nossa gloriosa força dos mares conseguiu destaque em portais noticiosos nacionais. A ação contra barcos que participavam de uma manifestação contrária ao estaleiro da OSX pareceu um oportuno excesso de zelo por parte dos militares. E foi.

Humanização

Artesãos da Feira Miramar, que funciona no Largo da Alfândega, estão felizes com o carinho da prefeitura – eles acreditam que é iniciativa da Floram – dispensado ao espaço, tornando-o mais humanizado, com folhagens e gramado. Mas pedem que a prefeitura desenvolva uma campanha para redução da quantidade de pombos na área. “Os pássaros, que se multiplicam às centenas, constituem um séria ameaça à saúde pública”, adverte um artesão.

Laelia Purpurata

Marcelo Vieira Nascimento abre hoje na Câmara de Florianópolis a 2ª Mostra de Orquídeas Laelia Purpurata (foto), a flor símbolo de Santa Catarina. Estarão expostos cerca de 400 exemplares de orquídeas. No ano que vem, Marcelo se dedicará à reedição do livro “Orquídeas Catarinenses”, publicado pelo coronel Lara Ribas em 1945. Está prevista também para 2011 a inauguração do primeiro orquidário municipal.

Novo ND

Agradeço, em nome do jornal, aos leitores que se manifestaram no Twitter, pessoalmente, por e-mail, pelo celular ou pelo telefone convencional, a propósito da nova fase do Notícias do Dia. Estamos juntos, todos, para fazer o jornal que Santa Catarina merece. E, modéstia à parte, cada vez mais bonito e dinâmico.

Rambos

Para o leitor Miguel Kretzer de Sousa a Guarda Municipal de Florianópolis não tem nada de positivo, “a não ser a aplicação implacável de multas de trânsito. Homens armados feito ‘rambos’, viaturas possantes, motos incrementadas, no entanto, serviços para a comunidade muito pouco ou quase nada. Sugiro que essa força policial seja colocada a serviço da segurança de nossa cidade, que esta à deriva”.

Transporte turístico

Audiência pública, a ser marcada pela Câmara da Capital, vai discutir o projeto de lei do vereador Márcio de Souza, que consolida o transporte turístico de superfície – realizado por vans, microônibus ou similares. Diante disso surge a pergunta inadiável: transporte turístico só pelo asfalto? Ninguém desta cidade vai discutir a questão do transporte marítimo, ambientalmente correto e muito menos estressante?

Paradoxo

“Circular significa andar; sair de um ponto, seguindo para outro; movimento contínuo. Como a coluna (6/7 de novembro) informa que ‘cento e trinta mil carros a mais circularão por Florianópolis na temporada de verão’, a cidade vai viver emocionantes dias da melhor versão do famoso ‘adiante, um passo atrás’. (Paulo Stodieck)

Bom cinema

Programe-se: quem gosta de bom cinema não pode perder a exibição de “Meu Tio”, clássica comédia francesa, com o mestre do humor e grande humanista Jacques Tati, amanhã, às 19h, no Cineclube BRDE. O filme é da década de 1950, mas o tempo mostra que o talento de Tati continua atual.

E o Enem…

Papo rápido no Senadinho:

– Exame e vexame são palavras de grafias semelhantes, embora tenham pronúncias diferentes. Mas no Brasil combinam tão bem…

– E nem me conte…

Metrópole

Na opinião do cientista político Eduardo Guerini, “os estudos de impactos sócio-ambientais no caso da metropolização da região da Grande Florianópolis, indicam a necessidade urgente dos mandatários de plantão adotarem ‘políticas conjuntas’ nas diversas áreas que são prioritárias para o convívio urbano e conurbado. Eis uma questão que fica para o debate: qual prefeito municipal romperá com essa sanha ‘territorial’ e retomará o debate metropolitano?”.

Anúncios

5 responses to this post.

  1. Posted by Paulo Roberto on 08/11/2010 at 7:46

    “Sensação de segurança”, é só sensação mesmo, basta olhar a foto e comprovar que fazem muito pouco, ou quase nada. Refiro-me ao veículo que aparece na foto estacionado na Praça XV, o local é um ponto de taxi, no entantanto, nada é feito e a prática é comum.

    Responder

  2. […] 8/11/10 » Compartilhe este link no Twitter Da coluna Ponto Final, por Carlos Damião (ND, […]

    Responder

  3. Posted by Sérgio Luiz da Silva on 08/11/2010 at 17:47

    Damião, tá tudo liberado mesmo… Sábado pela manhã na Trajano aquelas lojas de sempre também foram para as ruas: tinha cama, geladeira, máquina de lavar e outras bugigangas … Tudo irregurlarmente nas área públicas. Os deficientes que se arrebentem; os transeuntes que procurem o outro lado da rua. Exatamente, o outro lado, pois o centro daquelas vias, especialmente nos sábados é destinado para circulação dos monstrengos de transporte de valores (!). Até quando isso irá perdurar? Creio que o caminho será o MP. Ajuste de conduta para os artistas. Ou, talvez, atravessar a Praça e reclamar ao Bispo. A GM circula na área (vai religiosamente desfrutar do cafezinho no Bob´s) e não vê; CDL não tá nem aí; fiscalização da PMF não trabalha aos sábados (parece); PM não é o caso (parece); o ocupante daquele prédio da esquina, sei não; imprensa, talvez…quando quer!
    Saudações.

    Responder

  4. Posted by Rafael on 09/11/2010 at 3:00

    Damiao, que papo eh esse do Dario virar ministro da Dilma! Socorro!!!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: