Ponto Final – 6 de julho

SC não merece o desprezo do ICMBio

A ausência do superintendente regional do Instituto Chico Mendes (ICMBio), Ricardo Catelli, na reunião realizada ontem para discutir a instalação do estaleiro da OSX em Biguaçu, foi lamentada e duramente criticada pelos presentes. Estavam na Assembleia Legislativa o governador Leonel Pavan, deputados estaduais e federais, o prefeito de Biguaçu, José Castelo Deschamps, o ministro da Pesca e Aquicultura, Altemir Gregolin, a senadora Ideli Salvatti, entre outras autoridades, além de lideranças empresariais. Só o superintendente do ICMBio não apareceu, não mandou representante e não deu satisfação.

Um empreendimento dessa natureza deve ser tratado com respeito e consideração, sendo sujeito, sim, a todas as provas e contraprovas ambientais. E não é possível que o ICMBio não tenha nada a dizer, mesmo que seja para justificar sua contrariedade em relação ao projeto. Os catarinenses não merecem tanto desprezo. Talvez por isso, a representação do ICMBio em Santa Catarina está sendo desautorizada: o caso vai ser analisado em Brasília.

Frente política

A formação de uma frente suprapartidária, favorável à instalação do estaleiro da OSX em Biguaçu, não é mais um sonho do deputado Edison Andrino. Depois da reunião de ontem, é um fato concreto. E podemos ter certeza de que a campanha eleitoral, que começa hoje, vai adotar o estaleiro como ponto básico de todos os discursos, todos os candidatos.

Unidos

Por conta da ausência do superintendente regional do ICMBio, Ricardo Castelli, até adversários políticos históricos, com o deputado federal Paulo Bornhausen (DEM) e a senadora Ideli Salvatti (PT) uniram-se em torno da questão. Os dois parlamentares foram unânimes em condenar o descaso de Castelli com o importante debate sobre o estaleiro da OSX.

Novo vereador

O rodízio do PPS na Câmara Municipal, que no ano passado possibilitou a posse de Thiago Silva no lugar de Marcos Aurélio Espíndola (Badeko), será retomado a partir de hoje. Badeko sai de licença por 61 dias, assumindo a cadeira de vereador o suplente Ivan Santos, contador e empresário e que representa a região continental de Florianópolis.

Identidade (1)

Do leitor Marcelo de Oliveira Santos: “Há mais ou menos 10 anos, a disciplina de Literatura Catarinense foi ‘rebaixada’ na grade curricular do curso de Letras da UFSC. De obrigatória, passou a optativa. Não lembro de ter visto reação à atitude, infelizmente. Essa tentativa de desconstrução da identidade catarinense é triste e cotidiana. Sou paulista, mas moro em SC desde 1993. Desde que vim morar aqui, sempre respeitei a cultura e as tradições catarinenses”.

Identidade (2)

Prossegue o leitor Marcelo de Oliveira Santos: “Primeiro, porque acho que a cultura de qualquer povo deve ser respeitada e tratada com dignidade (não existe coisa pior que gente que acha que somente suas tradições são dignas de registro). Segundo, por achar que era um resgate da minha história (minha mãe é catarinense). Por fim, por crer que devo isso a minha filha, nascida em Florianópolis e criada aqui. Abraço e parabéns pela luta em prol da cultura catarinense”.

Reitor responde

O reitor da UFSC, professor Álvaro Prata, respondeu à coluna a propósito dos conflitos desencadeados pela editora daquela universidade. O reitor lembra que a EdUFSC integra a estrutura da Secretaria de Cultura e Arte. Prata considera o debate em torno da política editorial saudável e necessário. Entende ainda que a transparência deve prevalecer em todas as questões que dizem respeito à instituição. “A universidade existe para o cidadão, e não o contrário”, concluiu.

Cinema iraniano

Fugindo do circuito comercial, o Cineclube BRDE apresenta hoje às 19 horas o filme “A Cor do Paraíso”, do diretor iraniano Majid Majidi. Mohammad é uma criança cega que vive em um colégio especial, que passa as férias com sua família no campo. A sessão é às 19h e a entrada, gratuita. O presidente do Centro Islâmico de Florianópolis, Mohammed El Adwi, estará presente à sessão.

Jovens empresários

O empresário catarinense Rodrigo Rossoni está viajando pelo Brasil para divulgar o 16º Congresso Nacional de Jovens Lideranças Empresariais, que trará para Florianópolis mais de mil jovens empresários de todo o país, entre os dias 18 e 20 de agosto, no CentroSul. Será a segunda vez que o evento acontece em Santa Catarina, através da união de várias entidades associativas empresariais. 

Manezinhos – Diante de uma numerosa plateia de crianças e adolescentes, o roqueiro Arnaldo Antunes perguntou: “Quem nasce em Florianópolis é chamado de quê? De florianopolitano ou florianopolitense?”. E a resposta unânime da juventude: “De manezinho da ilha!!!”.

Provocação – O show de Arnaldo Antunes (“Pequeno Cidadão”), no encerramento da 9ª Mostra de Cinema Infantil, foi um espetáculo de alto nível – pela qualidade do rock, pela interatividade com o público e pela saudável provocação cultural que o ex-Titã sempre manifesta em suas apresentações.

Antro – Faz tempo que esta coluna e o Notícias do Dia denunciam: o Terminal Rodoviário Rita Maria virou ponto fixo da marginalidade. Só a Polícia Militar não sabe disso. E ontem, mais uma vez, um bandido conseguiu agir livremente dentro do espaço público, sem ser notado – não há policiamento e as câmeras de vigilância são apenas decorativas.

Dúvida – Por falar em segurança, ainda estava para ser votado ontem, na Câmara de Florianópolis, requerimento do vereador Asael Pereira (PSB), que questiona as autoridades estaduais sobre o número de policiais militares em atuação na Capital.

Ressaca – Obras emergenciais para corrigir os problemas causados pela ressaca no Sul da Ilha de Santa Catarina podem merecer uma audiência pública na Câmara Municipal. Proposta do vereador Marcos Aurélio Espídola (Badeko) foi apresentada ontem.

Anúncios

2 responses to this post.

  1. Posted by João on 06/07/2010 at 8:58

    Mas vai adiantar de alguma coisa todo o trabalho do ICMBio se sabemos muito bem o que vai acontecer, ainda mais em Santa Catarina e ainda mais se tratando do Governo atual? Todo mundo sabe que lutar pelo meio ambiente e contra mega-empreendimentos em SC é dar soco em ponta de faca. Todos sabemos o tipo de negociata que acontece por aqui.

    Responder

  2. Posted by Carlos on 06/07/2010 at 15:19

    Toda unanimidade é burra. Por que será que essa frase do Nelson Rodrigues me vem à mente quando vejo as notícias do estaleiro nos jornais?

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: