Ponto Final – 22 de junho

Justiça garante obras na Hercílio Luz

Ao negar pedido de embargo, formulado pelo Ministério Público Federal, às obras de restauração da ponte Hercílio Luz, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região assegura a continuidade dos trabalhos – que agora entram na fase mais delicada – e a conclusão da reforma do monumento histórico.

O Ministério Público pretendia submeter a reabilitação da Ponte Hercílio Luz a um estudo de impacto ambiental (EIA-RIMA), por parte do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). O juiz federal Jorge Antônio Maurique assinalou que “nada que consta nos autos indica que a obra em questão possa causar degradação significativa ao meio ambiente”. E ainda reconheceu como legítima a licença emitida pela Fatma (Fundação Estadual do Meio Ambiente). 

Saneamento

Sancionada pelo Congresso Nacional em 2007, a Lei do Saneamento Básico ficou três anos dormindo nas gavetas do poder em Brasília, porque ninguém avisou para o presidente Lula que era preciso assinar um decreto regulamentando a matéria. O presidente assinou o documento ontem, durante a 4ª Conferência das Cidades, em Brasília. 

Descaso

A Lei do Saneamento Básico prevê a universalização do acesso ao abastecimento de água e esgoto, limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos, de maneira adequada à saúde pública e à proteção ao meio ambiente. O lamentável dessa questão é que uma matéria de tanta relevância tenha sido “esquecida” pelas autoridades, num momento em que tanto se discutem a sustentabilidade do Planeta. 

Trânsito e educação

Do jornalista Breno Maestri: “Trânsito é a relação mais democrática que existe. Sendo assim, uma eficaz educação é necessária para que todos os atores (pedestres, ciclistas, motociclistas, motoristas particulares e profissionais) possam ter uma relação segura e confortável. O que vemos são verdadeiras batalhas por espaços nas vias, onde não há respeito aos direitos e o cumprimento dos deveres de cada um”. 

Civilidade

Seguindo a linha de pensamento de Breno Maestri, volto à questão que abordei aqui em abril deste ano: o excesso de sinalização. Quanto menos sinalização, melhor o trânsito e mais gentis são os motoristas. Uma prova disso pode ser vista no tráfego interno dos estacionamentos de shoppings, em especial no horário de fechamento: os motoristas em geral agem com calma e cortesia. 

Exemplo

Há outra situação de trânsito relacionada à sinalização que produz um bom exemplo: raramente se viu acidentes no cruzamento em “S” da saída da Via Expressa da BR-282 com a saída da BR-101, altura do shopping Itaguaçu. Ali há sempre troca de gentilezas entre os motoristas e, pasmem, não há um único sinal de trânsito avisando sobre o perigo representando pela convergência das duas vias naquele ponto. 

Lição do crime

Do violento assalto de ontem cedo, quando bandidos roubaram dinheiro de um posto de combustíveis no Estreito, sobrou a lição: nem sempre ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão. Gente que nunca cometeu crimes de repente se viu diante da oportunidade de “ganhar” um dinheiro extra. Mas os ladrões oportunistas não contavam com a “honestidade” dos assaltantes presos – a prova do crime havia sido surrupiada pelos terceiros ligeirinhos. 

Justiça (1)

Vizinhos e amigos do advogado Rodrigo da Luz Silva, brutalmente assassinado em frente à sua residência, no último dia 11, estão distribuindo um manifesto pela internet, pedindo justiça. Temem que, por ser funcionário público federal, o principal suspeito pela autoria do crime, Rogério Postai, possa receber algum tipo de proteção especial. 

Justiça (2)

“Acabar com uma vida inteira em questões de segundos de maneira tão cruel e brutal não é justo. Que vida essa família passa a ter sem saber que a justiça não foi feita? Em que vamos acreditar? Será que estaremos seguros com mais um maluco solto?”, questiona o manifesto que este colunista recebeu. 

Nega Tide – As alunas Bárbara Nunes e Celina Keppeler, do curso de jornalismo da Faculdade Estácio de Sá, vão exibir como trabalho de conclusão de curso, dia 29 deste mês, às 19 horas, um documentário em vídeo sobre a eterna cidadã samba de Florianópolis, Erotides Helena (Nega Tide), que morreu no início deste ano.

Manchete – Manchete de O Globo, edição de ontem: “Arte com os pés, truculência com a boca”. Justamente sobre a seleção e Dunga.

Desbocado – Não se falava em outra coisa nas ruas ontem: a eventual punição da Fifa ao técnico Dunga, por conta dos palavrões que ele pronunciou em campo e durante a coletiva de domingo. O curioso é que muita gente adora a seleção, mas odeia Dunga.

Grosso – A cada encontro com a imprensa Dunga se revela cada vez mais tosco, fascista e malcriado. Por melhor que se vista, com vistosas roupas de grifes caras, um grosso jamais deixará de ser um grosso.

Patrulha – Quando a polícia funciona: com a intensificação de patrulhamentos na região do Terminal Cidade de Florianópolis o número de arrombamentos caiu de três por semana a apenas um no período de um mês.

Anúncios

One response to this post.

  1. Olá adorei o blog e vi que temos muito em comum, fotografia!
    Meu antigo blog foi hackeado e agora construí outro blog.
    Espero que poça visitar e se gostar ótimo!
    Irei colocar seu link em meu blog!
    Fico muito feliz, obrigada!!

    Abraço

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: