Coluna de 24 de fevereiro

Encrenca

Pois agora: a Caixa Econômica Federal diz que não permite a comercialização de bolões em lotéricas credenciadas. Mas alguém da Caixa precisa avisar isso para as lotéricas, antes que aconteça de novo a encrenca registrada no Rio Grande do Sul.

Uma faxina bem-vinda

Digna de aplausos a iniciativa que reuniu ontem as Secretarias da Saúde e de Assistência Social, a Guarda Municipal e a Polícia Militar no mutirão de limpeza da Praça 15 de Novembro. Há muito tempo aquele espaço público precisava de atenção oficial. Notava-se, lamentavelmente, uma total ausência do Estado em questões que afetam a vida comunitária, como a transformação da praça em dormitório de moradores de rua, muitos dos quais viciados em bebidas alcoólicas e drogas.

A presença das autoridades – destacando-se inclusive a intervenção pessoal da secretária da Ação Social, Rose Bartucheski – é um indicativo de que aquela realidade deplorável, repugnante e desalentadora pode estar se modificando.

Louve-se a resposta do poder público às reportagens do Notícias do Dia e da RIC–Record, veículos de comunicação que, nos últimos meses, foram incansáveis em apontar a degradação da Praça 15 e também do Largo da Alfândega – que foi igualmente objeto de faxina no dia de ontem.

Mobilização

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Florianópolis (CDL) reúne-se hoje, às 9h30, no Colégio Definição, para discutir a revitalização do centro histórico da Capital, em especial das ruas João Pinto, Tiradentes e Antônio Luz, região que vem sofrendo visível degradação, desde a desativação parcial do Terminal Cidade de Florianópolis.

Expectativa

O Núcleo Terminal Cidade de Florianópolis da CDL obteve a garantia do vice-prefeito João Batista Nunes de que aquele equipamento urbano voltará a operar com linhas intermunicipais ainda no mês de março. A decisão da prefeitura tem relação com a reivindicação dos comerciantes e moradores da região.

Dormitório público

Leitor C.R.A. flagrou ontem, às 10 horas, seis moradores de rua dormindo na região da rodoviária (um deles na imagem acima). O leitor relata que havia policiais no local, mas eles não davam a mínima para os errantes que pousavam na área. A operação que limpou a Praça 15 e o Largo da Alfândega bem que poderia dar uma chegadinha na nossa vergonhosa rodoviária.

Reparo

Ontem esta coluna publicou um trecho de um press–release que continha um apelo para divulgação da Conferência Municipal de Defesa Civil de Florianópolis. Por questão de justiça, este colunista faz um reparo: vinha recebendo, sim, muitas informações sobre o evento, procedentes da assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Segurança e Defesa do Cidadão.

Procedência

Para encerrar o assunto, esclareço que recebi aquele press–release distribuído ontem com a certeza – equivocada, como descobri depois – de que sua procedência era o Governo do Estado. Por isso, a estranheza em relação ao “apelo” contido na matéria. A Conferência Municipal de Defesa Civil acontece nesta quinta-feira, na sede da Fecomércio.

Beija-flor (1)

Não há novidade nenhuma (nem exclusividade) na notícia de que a polêmica escola de samba Beija-flor quer Florianópolis como tema de seu enredo em 2011. O caso está no site da prefeitura desde o dia 8 de dezembro – conforme mostramos aqui na semana passada –, aproveitando o gancho da coluna de Anselmo Gois (O Globo), de que a escola estaria negociando seu enredo com o cantor Roberto Carlos.

Beija-flor (2)

O assunto da Beija-flor está voltando à pauta porque o vice-prefeito João Batista Nunes visitou a sede da escola no Rio de Janeiro, certamente para tentar interromper a negociação com Roberto Carlos. O problema, como se sabe, é que a Beija-flor não faz nada de graça – este ano, sintonizada com o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, que está preso, utilizou como tema os 50 anos de Brasília.

Hannover

A Federação das Indústrias (FIESC) está com inscrições abertas para a missão empresarial brasileira à Feira Industrial de Hannover (Alemanha), programada para o período de 16 a 25 de abril. A feira é o maior evento multissetorial do mundo, reunindo anualmente cerca de seis mil expositores e mais de 200 mil visitantes de aproximadamente 100 países.

Sede

O parque do Horto Florestal do Córrego Grande não dispõe de bebedouros. A única torneira fica junto à guarita de entrada. Canalizar a água da Casan poderia ser uma solução. E não custava nada a Floram instalar alguns desses equipamentos ao longo do caminho. Os praticantes de esportes agradeceriam a iniciativa, ainda mais nestes tempos de tanto calor.

Esporte e cultura – Secretaria de Cultura, Esporte, Turismo e Lazer (SOL) de Biguaçu oferece mais de quatro mil vagas para a comunidade em atividades esportivas e culturais. Inscrições abertas até esta sexta–feira.

Túnel ou ponte – Economista Elzio do Espírito Santo Oliveira, que já escreveu sobre o tema em artigo publicado no Notícias do Dia, defende a desconcentração urbana como solução para o desenvolvimento de Florianópolis.

Outro prisma – “Se pensarmos no planejamento de Florianópolis, em especial da Ilha, no longo prazo, a localização da ponte ou túnel deveria ser analisada sob outro viés”, afirma Elzio do Espírito Santo Oliveira em mensagem à coluna.

Concurso – Eletrosul realiza neste domingo as provas escritas do primeiro concurso de 2010, que vai prover nove vagas imediatas para engenheiros e geólogo. As provas acontecerão no Centro Sócio Econômico da UFSC, a partir das 13h30min.

Anúncios

3 responses to this post.

  1. Posted by Bernardo on 24/02/2010 at 11:50

    Damião, uma pergunta que não quer calar. O vice-prefeito João Batista tinha dito em entrevista ao vivo que não seria possível construir uma passarela subterrânea na Paulo Fontes porque havia um lençol freático embaixo que impediria a iniciativa. Como agora a prefeitura está anunciando que quer construir um estacionamento subterrâneo com praça, sendo que este precisaria de fundações ainda mais profundas? Não seria possível utilizar o espaço que hoje é da Comcap/Aflov, ao lado do Camelódromo?

    Resposta

  2. […] Soluções para o Centro Centro: Uma faxina bem-vinda 25/02/10 Da coluna de Carlos Damião (ND, […]

    Resposta

  3. Posted by Seba Martins on 25/02/2010 at 15:27

    Caro Damião,
    Seria bom, se fosse verdade, mais verdade mesmo é que o pessoal que se hospeda nas ruas de Floripa, principalmente na região central, retirados após denúncias da imprensa(como se nimguém visse o caos que se transformou toda aquela região há muito tempo), passada a ação feita para a mídia, inclusive com a ex do Prefeito itinerante, está voltando pra onde sempre estiveram e a Prefeitura, a Polícia, a guarda municipal continuam , como sempre fizeram enormes vistas grossas.
    À propósito, nos países civilizados, as praças e vias públicas, além de limpas e bem cuidadas, são todas cercadas, fechaam em determinadas horas da noite e possuem um serviço de vigilância 24 horas; será que o Prefeito , que agora não para de viajar, depois que ficou amiguinho do Luiz Henrique Boccheli, numca percebeu isso nas andanças por terras estrangeiras ou, o turismo tem outros objetivos?
    Conta pra essa gente também que a Cidade está um caos- é sugeira por todo lado e as ruas uma buraqueira só.
    A propósito será que dá pra perguntar ao vice, quase sempre titular, qual a mágica feita pelo mesmo pra justificar e provar que se fechando uma via , por onde circulavam mais de 15.000 carros por dia, de fato está se melhorando o fluxo urbano?

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: