Coluna de 5 de fevereiro

Berbigão do Boca

Dezessete anos depois de fundado de maneira informal, o Berbigão do Boca dá a largada hoje, no Mercado Público, para o Carnaval 2010 em Florianópolis.

Não se trata apenas da abertura oficial da folia. Mas de uma extraordinária demonstração de amor à cultura florianopolitana. É um encontro de amigos, de velhos conhecidos, que celebram a alegria e resgatam momentos e personagens importantes da cidade – circulam pela cidade, por exemplo, os bonecos confeccionados por Alan Cardoso, retratando algumas personalidades queridas que morreram nas últimas décadas, como Zininho, Ariel Bottaro, Lagartixa, Beto Stodieck, Meyer Filho, Tullo Cavallazzi, Aldírio Simões, Miro, Luiz Henrique Rosa, entre outros.

Fará falta, mas será também reverenciada no dia de hoje, a eterna Cidadã Samba de Florianópolis, Erotides Helena, a Nega Tide. Lembrá–la no dia de hoje será uma forma de expressar nossa alegria, nossa saudade e nosso reconhecimento por tudo quanto ela fez pelo autêntico Carnaval de Florianópolis.

Quem é o Boca

Será sempre indispensável lembrar quem inventou o Berbigão do Boca. Primeiro, definindo quem é o Boca. Trata–se de Paulo Bastos Abraham, economista, que, junto com outros amigos, criou essa espécie de confraria em 1993. “O Carnaval de Florianópolis andava muito desanimado. Faltava alegria e aquele clima de amizade dos antigos carnavais. Assim surgiu o Berbigão”, contou o Boca para a coluna.

Confraria

Paulo Bastos Abraham (Boca) deu nome à festa de abertura do Carnaval de Florianópolis. Mas é justo citar ainda outros nomes que contribuíram e continuam colaborando para o sucesso do evento, entre os quais José Acácio dos Santos (Nego Pepe), Leonardo Garofallis (Nado), Dionísio Damiani Filho (Dadá), José Machado Pacheco (Zeca), Rodolfo Kowalski (Gugu) e Eduardo Mafra (Mafra).

Convidados

Autor de projeto de lei, já aprovado em 2009, que concede o titulo de cidadão honorário de Florianópolis a Fernando Henrique Cardoso, o vereador João Amin (PP) aguarda uma manifestação do ex–presidente para que a entrega ocorra no próximo aniversário do município, dia 23 de março. Líderes petistas, que negociam uma aliança para a eleição deste ano com o PP, aplaudirão FHC na sessão da Câmara?

Explicação

Sílvio Sousa, coordenador do Carnaval no Continente, enviou mensagem esclarecendo a nota “Mau gosto”, publicada ontem. Ei-la: “Temos uma grande programação que não terá apenas concursos, mas também a recuperação da tradição de marchinhas de Carnaval. E a Associação de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo (Acelt) é uma entidade séria, que não faz apenas eventos”.

A novela da alça

A alça de contorno da BR–101, ligando Biguaçu a Palhoça, não vai sair do papel antes de 2014. Pelo menos foi essa a resposta que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) enviou à Associação Empresarial da Grande Florianópolis (Aemflo). O problema é que a realidade é muito dinâmica: o tráfego de veículos pela 101 não pode esperar tanto tempo por uma solução.

O tempo urge

A ideia da alça de contorno não é nova. E tem como defensores os prefeitos dos três municípios beneficiados – Palhoça, São José e Biguaçu. Por uma simples razão: ao implantar essa ligação expressa, o trânsito urbano pela BR–101 vai ser sensivelmente reduzido, aliviando a rodovia federal e facilitando a vida dos usuários regionais. É por isso que não pode esperar tanto tempo.

Biblioteca

Usuários seguem reclamando das condições da Biblioteca Pública Estadual. Em especial, nestes dias de calor intenso, a falta de climatização. No final do ano passado, a Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte garantiu que seriam tomadas providências imediatas para resolver o problema. Que não é exclusivo do verão: no inverno a climatização também é necessária.

Revitalização

Embora tenham sido anunciadas as medidas para resolver o problema da climatização na Biblioteca Pública, nada de concreto aconteceu desde novembro de 2009. Naquele mês, também, a secretaria anunciou que lançaria a licitação para um projeto de revitalização do espaço, que apresenta visíveis sinais de deterioração, ameaçando o valioso acervo documental e bibliográfico.

Esgoto Araújo

Leitor Paulo Douglas denuncia o lançamento de esgoto in natura no Rio Araújo, bairro Campinas (São José). Está indignado com a situação e apela à Casan e ao Ministério Público. “Não podemos ficar reféns desse descaso”, afirma na mensagem encaminhada à coluna. Aliás, chamar o Rio Araújo de esgoto é uma redundância.

Sem samba – Ontem foi um dia para deixar o Carnaval em segundo plano. A cidade girou em torno de Beyoncé e seu show no Norte da Ilha, o primeiro no Brasil. Aliás, Florianópolis foi destaque no noticiário nacional por causa da musa pop.

Bloco da limpeza – A Comcap prevê mais de 300 profissionais de limpeza trabalhando durante o Carnaval. São trabalhadores que merecem reconhecimento, respeito e aplausos da comunidade.

Geleiras – Lanchonetes e bares do Centro da Capital improvisaram grandes caixas térmicas, com muito gelo, para atender à população sedenta no dia mais quente deste verão, ontem.

Apoio – A atendente de uma lanchonete explicou à coluna: as caixas térmicas foram a solução encontrada para dar conta da demanda, apoiando as geladeiras, que não suportavam o calor excessivo.

Anúncios

4 responses to this post.

  1. Posted by Aline on 05/02/2010 at 23:20

    O que fez FHC por Florianópolis para receber tal homenagem???? Essas homenagens não valem nada! Vereadores e deputados as distribuem para qualquer um, com pouco ou nenhum critério.

    Resposta

  2. Posted by Cesarlaus on 06/02/2010 at 16:43

    FHS, em seu governo, sumiu com US 100 bi das vendas das estatais e aumentou de US 150 bi para US 250 bi nossa dívida externa. Como disse o Delfin Netto, que não é lá flor que se cheire, ele conseguiu vender os ativos e aumentar a dívida.

    Foi isto que ele fez por nossa cidade.

    Resposta

  3. Posted by Rafael on 06/02/2010 at 19:45

    Damião, gostaria de te passar informações quentíssimas sobre o concurso público para jornalistas da ALESC. Podes me passar teu e-mail ou telefone? Obrigado e um abraço.

    Resposta

  4. Posted by Roberto Ideja on 08/02/2010 at 14:40

    A “Alça”já está inclusa no contrato da ANTT com a Autopista Litoral Sul. Nós, usuários, já estamos pagando no pedágio. Contratualmente deve ser entregue ao trânsito no início de 2012, ou seja, até 4 anos após o contrato firmado (14/fev/2008).

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: