Fusível queimado

A árvore de Natal da Beira-mar passou boa parte da noite de sexta e madrugada de hoje às escuras. Fusível queimado? Não. Vingança. Dizem que Dário Berger e Mário Cavallazzi, flagrados há três dias numa cantina da cidade degustando uma massa e um bom vinho, cantavam para os amigos em volta os versos da clássica canção de Lupicínio Rodrigues:

Mas, enquanto houver força em meu peito / Eu não quero mais nada / Só vingança, vingança, vingança / Aos santos clamar 

Anúncios

59 responses to this post.

  1. melhor que fique apagada, porque além de tudo ela é hor-ro-ro-sa. tanto quanto a decoração do centro administrativo, que mais parece um carro alegórico de escola de samba. talvez seja isso mesmo, né? beijo

    Responder

  2. Posted by Abigail Maia on 19/12/2009 at 19:42

    Olha, dois dissimulados.

    Responder

  3. Posted by Cesar Laus on 19/12/2009 at 21:55

    Damião,

    Deixa ver se entendi: a dupla Mário e Dário fez o pgto de 3 parcelas pra árovere da fortuna. A dona ‘in’justa bloqueou 2 parcelas.

    A palco Sul relama que só recebeu 1 parcela.

    Onde foram para as outras 2 parcelas???

    Alguém está com a grana no bolso e rindo da gente que não sabe fazer as contas.

    A Palco Sul, ou alguém a seu pedido, sacou a grana de 2 mulhões e 200 mil. Como custou 1 milhão 700 mil, já sobrou 500 mil contos pro bolso de alguém.

    É nnao foi o meu!!

    E o TJ, o MP e o Jão Amin anda nnaos e deram conta da sacanagem.

    Abs

    Responder

  4. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 20/12/2009 at 1:28

    Como podes dizer que eh vinganca? E se a empresa que eh responsavel pela manutencao nao tem realmente dinheiro para mante-la. Segundo minha Voh, sempre bem informada, foram varios operarios envolvidos na construcao da arvore, muitos dos quais estavam chorando com o desfecho. Quem paga o salario desse povo?
    A arvore de brasilia, que eh parecida mas nao igual a nossa, custou 2 milhoes. Ocorre que a arvore de Brasilia possui tecnologia inferior a nosa; alem disso, a nossa teria palanque, area vip, camarim etc. Ou seja, parece-me totalmente factivel que a nossa arvore custe realmente 3,7 milhoes.
    Digamos que tudo tenha sido feito dentro da lgalidade– e eu acredito que tenha–, alguem poderia questionar a necessidade de uma arvore tao cara. Todavia, a arvore, em associacao com varias atracoes programadas, tem o potencial enorme de atrair turistas. Eh disso que uma cidade cuja populacao vive de funcionalismo publico e turismo mais precisa.
    Na minha opiniao, toda essa polemica em relacao a arvore tem duas fontes. Uma, clara, eh revanchismo politico. Nao eh de hoje que parte da oposicao tenta de toda forma obstruir as acoes do governo. A outra eh mais sutil e subjetiva mas tem a ver com certo complexo de inferioridade que permeia quase tudo em Florianopolis. Quando alguem levanta a cabeca e tenta fazer algo bonito e inovador, eh rapidamente lembrado que isso seria mais apropriado em Rio ou Sao Paulo.

    Rodrigo Cavallazzi
    Pneumologista e Intensivista
    Universidade Thomas Jefferson, EUA

    Responder

  5. Posted by Joanildo on 20/12/2009 at 15:26

    Impressionante! Só isso tenho para lhe dizer, Sr. Rodrigo.
    Joanildo
    Auxiliar de Serviços
    Ensino Médio incompleto

    Responder

  6. Posted by Joanildo on 20/12/2009 at 15:30

    Ah. Se fosse dentro da legalidade, os nossos mandatãrios não precisariam estar dizendo que o dinheiro viria da inciativa privada. E, se viria da inciativa privada, pq inexibilidade de licitação? E se viria da iniciativa privada, pq as “patrocinadoras” não queriam mostrar seus nomes? Sáo tantas perguntas sem respostas, que isso só tem uma explicação. Semvergonhice.

    Responder

  7. Posted by J.L.CIBILS on 20/12/2009 at 16:22

    O Rodrigo, primeiro, que parentesco tens com a figura e quem esta financiando os teus estudos nesta universidade, que nao é paga em reais?

    Responder

  8. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 20/12/2009 at 16:31

    Prezado Sr. Joanildo,

    Obrigado pelos seus questionamentos. O dinheiro veio sim da iniciativa privada atraves de renuncia fiscal. Ocorre que as empresas patrocinadoras poderiam ter construido essa arvore onde quisessem. Construiram em Florianopolis porque a prefeitura teve a capacidade de captar os investimentos para cah. De outra forma, essa arvore seguramente seria construida em outra grande cidade brasileira. O dinheiro nao foi desviado de outras verbas da prefeitura.
    Poderia se argumentar que o Brasil, como um todo, perde porque o dinheiro, proveniente de renuncia fiscal, seria melhor aplicado em outros projetos. No entanto, a arvore faz parte de conjunto de programacoes que tem um potencial enorme de atrair turistas para a nossa ilha. A medio prazo, a cidade ganha em termos financeiros. Veja que a competicao nao eh facil: o Brasil possui varias cidades turisticas com praias bonitas. Ha a necessidade de se diferenciar.
    Existe ainda um outro aspecto: o povo gosta, sim, de ter a disposicao uma arvore de natal desse porte. Muitos nao tem a menor condicao de ter um simples pinheiro em casa.

    Rodrigo

    Responder

  9. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 20/12/2009 at 16:43

    Prezado(a) Cibils,

    Ja que perguntaste, deixa-me te dizer: formei-me pela UFSC e fiz especializacao em pneumologia e terapia intensiva pela Unifesp. Antes de ir ao EUA, passei em pelo menos 3 concursos publicos (eu digo pelo menos porque esses sao os de que me lembro), inclusive no Hospital Universitario e em Sao Paulo.

    Quem “financia meus estudos” eh a propria universidade americana e os pacientes que atendo pois sou medico. Realmente eu nao “pago em reais”. Eu ganho em dolar, dinheiro suado.

    E tu Cibils? Fico eu aqui a divagar quem serias tu a questionar minhas fontes de renda? Qual seria o teu papel na sociedade que nao o de cuspir notinhas raivosas contra meu tio?

    Responder

  10. Posted by J.L.CIBILS on 20/12/2009 at 18:05

    Ah entao é tio, que interesante, um sobrinho resolveu colocar a mao no fogo do indefensavel, gostaria de ver voce como advogado, dando todas estas argumentaçoes no tribunal, colocando a mao no fogo pelo seu “tio”.
    Que tenhas muita sorte em tua empreitada, sei que muitos Cavallazi nao sao tao “heroi” como voce esta sendo e nao é por covardia, mas por enchergar o que voce nao esta vendo ou nao quer ver, pena, muita pena, de alma tao desprendida somente com os seus, tens que lembrar que dinheiro publico nao é só meu ou seu ou ainda da viuva, é de todos.
    E por mais que tudo estaja tao sertinho, com as contas todas bem esplicadinhas nos minimos detalhes, nao deixa de ser uma pouca vergonha, uma prefeitura que tem tantas encrencas pra resolver na area social,educacional, mobilidade urbana e o principal que é a saude, se de ao luxo de encher a boca pra plantar um arbusto de 3.700.000,00 de reais.
    Pra terminar, acho muito desespero seu, defender esta figura, que ao longo da história politica de Santa Catarina, esteve envolvido em varios escandalos, só falta dizer que ele esta recuperado, porque fez um tratamento no (C.A).
    “É MENTIRA,MENTIRA”
    Porque sera que o Judiciario,Promotoria Publica,Tribunal de Contas e mais o Patrimonio da Uniao, tao afim de chutar o balde da figura emmm?
    Imagina só todos estes orgaos Publicos, estao fazendo perseguiçao politica pra cima dos coitadinhos?
    Ah ja sei a paranóóóía é que os culpados é a familia Amin, que coisa, que poder tem esta gente.

    Responder

  11. Posted by Marcelo on 20/12/2009 at 18:47

    Para eles somos todos viúvas do Amin! Não concordar com as manezadas e cagadas do Dário é oposição e viúva do Amin! Realmente é uma paranóia! Todos os desembargadores que embargaram a sacanagem são todos viúvos do Amin! Agora Rodrigo do que adianta árvore megalomaníaca enquanto a Lagoa da Conceição está morrendo igual o rio Tiete? Do que adianta árvore de 4 milhões na Beira Mar, se a baía ta cheia de cocô? Se sou turista, e vou para um lugar onde tudo é muito caro e vou dar um mergulho e água esta cheia de cocô, nunca mais volto! E tem outra, porque atividade de Natal somente na Beira Mar? Pq não em lugares onde o teu prefeito foi eleito? Como tapera, Ingleses, Canasvieiras! O que o pessoal do Estreito fez pra ele para não ter uma árvore de natal ou uma simples festinha na Beira mar inacabada a 6 anos! Isso tudo é coisa de viúvo do Amin! Você se identificou como médico! Como anda a ambulancioterapia que o plano 15 em 2002 (Ainda quando o o teu Tio era Amin doente) dizia que ía aniquiliar com essa pouca vergonha? Quantos leitos de UTI temos hj o Dr. Intensivista para comportar mais de um milhão de turistas? Tomara deus que não haja uma tragédia! Cadê o pró labore que estimulava os médicos a terem produção meu caro? Que mundo você vive? Faz o seguinte! Coloca outro nome, não diz pelo amor de deus que é médico e faz a críticia que você quiser! Meu caro! Pra dar jeito nisso só matando um milhão como foi na Russia, China, Revolução Francesa! Abraço a todos Floriapolitanos, dignos, QUE NÃO DEPENDEM DE POLÍTICA PARA VIVER, que amam Florianópolis! E por favor paraem de achar qeu todo mundo é viúva do Amin! Caiu no ridículo! É que nem falar que muita gente aí é viúva do Tancredo, Getúlio,…, chega desse papo! Enquanto isso a Lagoa morre, o coc^desemboca na água, a bandidagem cresce, o asfalto se dissolve, os mendigos se espalham por toda Florianópolis, daí não vai ser a´rvore de Natal de 1 bilhão que vai trazer turista! Olhem! Issó não é culpa do Amin, tá? Coisa ridícula! Descabido!

    Responder

  12. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 20/12/2009 at 19:24

    “gostaria de ver voce como advogado, dando todas estas argumentaçoes no tribunal, colocando a mao no fogo pelo seu “tio”.
    -Defendo o secretario em qualquer lugar e circunstancia.

    “prefeitura que tem tantas encrencas pra resolver na area social,educacional, mobilidade urbana e o principal que é a saude, se de ao luxo de encher a boca pra plantar um arbusto de 3.700.000,00 de reais”
    -Como foi explicado anteriormente, o investimento na arvore nao eh as custas de outras verbas da prefeitura.

    Responder

  13. Posted by Berbigones on 20/12/2009 at 19:47

    Só fiz até a quarta série e o mais longe que estive da ilha foi em Paulo Lopes, pra tomar banho de cachoeira. Tenho direito de postar alguma coisa aqui? E será que posso me dirigir a essa pessoa que tem tamanha importância para a sobrevivência dos demais neste planeta?

    Me diga, doutor, você também concorda com o método de medição de altura do teu parente político (aquele de medir as coisas a partir da raiz)?

    Responder

  14. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 20/12/2009 at 19:52

    “Agora Rodrigo do que adianta árvore megalomaníaca enquanto a Lagoa da Conceição está morrendo igual o rio Tiete?”
    -Embora eu concorde que para o turista ambas- a arvore e a poluicao da Lagoa– sejam importantes, a verba destinada a arvore nao poderia ter sido aplicada na Lagoa. De fato, se a arvore nao tivesse sido instalada em Florianopolis, teria o sido em outra cidade.

    “E tem outra, porque atividade de Natal somente na Beira Mar?”
    -Existem varias arvores menores instaladas por toda a Florianopolis. Claro que nao se pode realizar uma grande festa em cada bairro da cidade.

    “Como anda a ambulancioterapia que o plano 15 em 2002 (Ainda quando o o teu Tio era Amin doente) dizia que ía aniquiliar com essa pouca vergonha?”
    Nao sei. Acho que isso tem a ver com politica do Governo do Estado. Como medico, posso te dizer que, sempre que possivel, deve-se tentar realizar o tratamento medico mais proximo de casa. No entanto, ha casos complexos ocasionais que requerem encaminhamento para lugares distantes onde ha hospitais maiores. Isso ocorre em qualquer lugar do mundo, inclusive aqui nos EUA. Esses pacientes, que estao estressados pela doenca e por estar fora de casa, devem ser atendidos da forma mais digna possivel.

    “Coloca outro nome, não diz pelo amor de deus que é médico e faz a críticia que você quiser!”
    -Marcelo, apesar das nossas divergencias, quem es tu para me dizeres como devo me chamar. Sou medico, sim, com muito orgulho e com especializacao e titulo de especialista nao apenas no Brasil mas tambem nos EUA.

    “E por favor paraem de achar qeu todo mundo é viúva do Amin!”
    -Quem esta falando em “viuva” es tu.

    Responder

  15. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 20/12/2009 at 19:55

    Prezado Berbigones,

    Entao posso te perguntar quem contratou o topografo que calculou 41 metros?

    Responder

  16. Posted by aldo on 20/12/2009 at 20:26

    para amenizar o clima, a história do tamanho da árvore pode ser comparada com aquela do cara que anunciou para sua parceira que era bem dotado, coisa para 23/24cm. Ela resolveu tirar a prova dos nove, e na hora da medição, constatou que não passava de miseros 12cm. Ele, acabrunhado, sem saber o que dizer, mas firme na venda do produto que não tinha, lascou o seguinte: “é que vc tem que começar a medir desde a extremidade do saco…”

    Responder

  17. Posted by D on 20/12/2009 at 20:54

    O Marcelo tem ”complexo”.
    Eh a tipica viuvinha do Amin.
    Desesperado por estar afastado do poder a tanto tempo.
    O povo florianopolitano e catarinense ja diz NAO para os Amins a quase uma decada.
    Por isto tanta histeria e criticas ,principalmente em blogs, desde a eleicao de 2008 pra ca.
    Rodrigo, nao adianta argumentar com estes caras, sempre vao achar defeitos. Pois a inveja, qdo nao mata, Aniquila.
    Pergunta, la perto dos ingleses, se o pessoal gosta dos Amins e do inferno que virou aquilo depois da favela da Tia Angela ser por la instalada!

    Responder

  18. Posted by Jorge on 20/12/2009 at 21:06

    O cidadão Cavallazi aí de cima não é nem um pouquinho modesto. Com todos esses títulos e méritos será que ele também não tem um boquinha na contabilidade de algum dos órgãos municipais?
    Ademais ele vive em outro mundo mesmo, nos Estados Unidos.
    Deveria nos trazer exemplos de como eventos deste tipo são feitos por lá. O que acontece com agentes públicos que tentam enganar a população, com mentiras deslavadas que nem eles mesmo acreditam? Lá eles continuam impunes como cá?

    Responder

  19. Posted by Jorge on 20/12/2009 at 21:17

    E também essa de achar que todos que discordam dessses desmandos são “viúvas do Amin”, não cola mais.
    As “otoridades” institutuídas tem que acostumar que hoje as pessoas tem mais acesso a informação, leem mais, pensam, e são capazes de entender com mais facilidade todos os fatos e acontecimentos do cotidiano, da localidade em que vivem.
    Acordem “otoridades”!

    Responder

  20. Posted by Jorge on 20/12/2009 at 21:27

    Apesar de vivermos num Estado que tem a impressa comprada pelas verbinhas publicitárias, que só publica o que o seu mestre mandar, hoje temos a internet os blogs e toda uma rede de informantes independentes que nos deixam antenados dos podres bastidores do “PUDER” local.
    A “OTORIDADE” que não quiser ter oposição, tem que andar “na linha” e não deixar o “rabo” esticado.

    Responder

  21. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 20/12/2009 at 21:28

    Nao, Jorge, nao tenho boquinha. Nao tenho a boquinha e que te referes nem outra, aquela cinica e trapaceira de ficar insinuando coisas que nao existem.

    Responder

  22. Posted by Marcelo on 20/12/2009 at 21:29

    Se o dinheiro da arvore não pode ser gasto na lagoa pouco me importa! Trabalho muito, não menos que você e pago muito imposto mesmo! Demais! E me sinto um palhaço de ver o meu dinehrio, o seu e de todos ser gasto com uma porcaria de árvore, feia e de mau gosto! E esses dinheiro poderia sim fazer o natal por toda a ilha! Como o dinheiro do carnaval que querem colocar na beija flor deveria ser gasto com o nosso carnaval! Na real nem vou gastar mais tempo com você! Você vive outro mundo realmente! Você como médico deveria olhar o panorama da saúde catarinense! É de governo coisa nenhuma, é do partido do teu amado prefeito, Braço direito do governador! E ponto! Chega!

    Responder

  23. Posted by Jorge on 20/12/2009 at 21:33

    Vejam só noutra situação: o cidadão é uma alta “otoridade”.
    É indiciado pela Polícia Federal, não só ele como outros “elementos”.
    Dá para acreditar que ele é tão inocnente quanto se diz?
    Será que um Delegado da Polícia Federal, que tem uma carreira a zelar, que estuda tanto para passar num concurso daqueles, que é dificílimo, irá se enganar assim tão facilmente, e indiciar alguém só porque não gostou da cor da camisa, ou da cor dos olhos, ou de dente de ouro de quem ele está indiciando?

    Responder

  24. Posted by Jorge on 20/12/2009 at 21:40

    Não quiz insinuar nada Rodrigo, é que assim como todos que discordam são taxados de “viúvas do Amin”, também podemos imaginar que quem defende assim com unhas e dentes essa ilegalidade (comprovada no TJSC) tem “boquinhas”.

    Responder

  25. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 20/12/2009 at 21:40

    Marcelo,

    Tens todo o direito de discordar da arvore. A tua preocupacao eh pertinente.

    Os meu ponto, exposto acima, eh que a arvore faz parte de conjunto de programacoes que ira incrementar o turismo e eventualmente trazer beneficios financeiros para Florianopolis.

    Alem disso, constitui investimento da iniciativa privada, atraves de renuncia fical, que, se nao viesse para Florianopolis, seguramente estaria em outra cidade grande.

    Responder

  26. Posted by Jorge on 20/12/2009 at 21:45

    Essa história de “renúncia fiscal” que agora virou moda, é uma coisa que também precisaria ser investigada pela Polícia Federal. Pois, se não me engano, quando há renúncia fiscal, os recursos deixam de entrar normalmente no tesouro para ser aplicado em escolas , hospitais etc, é passa a ser aplicado assim a “bel prazer” nessas patifarias e projetinhos dos amigos.

    Responder

  27. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 20/12/2009 at 21:51

    Jorge, pelo que entendi lendo os jornais e assistindo aos debates, esse dinheiro faz parte do fundo de incentivo ao turismo, ou seja, dinheiro que teria sim de ser investido no turismo.

    Responder

  28. Posted by Jorge on 20/12/2009 at 21:54

    E outra coisa, pra atrair turismo deveriamos primeiramente cuidar bem de nossas praias, dar uma infra estrutura descente a elas.
    Só para você ter uma idéia, não sei se está nos EUA há tempos? Todos os anos a SC 401, que leva as praias do norte da ilha é “recapeada”. E adivinha em que época são feitos esses serviços?
    A continuidade da duplicação não sai nunca. O aeroporto parece uma rodoviária de município do interior do Estado.
    Aí eu te pergunto: adianta ter uma árvore de 3,7 milhões para atrair turistas?

    Responder

  29. Posted by Diego on 20/12/2009 at 21:56

    renúncia fiscal é dinheiro público igual, é imposto que deixa de entrar nos cofres, 39 desembargadores acharam irregularidade nesse esquema todo de inexegibilidade de licitação, será que o vereador conseguiu enganar 39 desembargadores como teu tio disse num programa de televisão? Teu tio é famoso em negócios escusos.

    Responder

  30. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 20/12/2009 at 21:59

    Eh Jorge, concordo contigo. As coisas nao vao pra frente en SC, nao eh mesmo.
    Lembro-me, ainda adolescente, que o entao governador Esperidiao Amin disse que iria em alguns anos abrir um guarda-sol na Beira-Mar!!!
    Confesso que passei parte da minha adolescencia e vida adulta sonhando com o dia em que tomaria banho de sol na Beira-Mar.

    Responder

  31. Posted by Jorge on 20/12/2009 at 22:04

    Pois é Rodrigo esses “fundos” criados, são engodos tributários que inventaram que desviam recursos que eram para entrar no tesouro, e ser aplicado em escolas, hospitais, estradas, saneamento, e que são aplicados nessas brincadeirinhas festivas.

    Responder

  32. Posted by Jorge on 20/12/2009 at 22:06

    Tudo agora são fundos, fundos, fundos, e nós cada vez mais no fundo do poço.
    Será que aí no EUA também tem esses fundos, em que os governantes podem gastar a seu bel prazer?

    Responder

  33. Posted by Jorge on 20/12/2009 at 22:09

    Pois é, o Amin disse que tomariamos banho na beira-mar, o Luiz XV dissse que teriamos um metrô passando sobre a Ponte Hercílio Luz, e assim vamos vivendo, de mentira em mentira vamos aprendendo que não podemos acreditar nessa gente, infelizmente!

    Responder

  34. Me pediram para entrar nesse papo. Poucas palavras . Rodrigo Cavallazzi. Vai cuidar da tua vida. Do teu umbigo. Estados Unidos, Miami. É isso ai . és o típico florianopolitano bunda mole. Formei- me pela UFSC. Eu também. Devias ter vergonha se pronunciar o nome da nossa UFSC.

    Tive um recente problema de sáude . É bom saber que és médico . Cara , não sabes o poder que tenho para que não consigas um mísero paciente em Florianópolis e Santa Catarina.

    És rico, alienado, a cara de playboy que adora macaquear as coisas americanas. Não aprendeste nada na UFSC . Há sim, como ganhar dinheiro com um curso de medicina púbico atendendo ricos.

    Fui

    Responder

  35. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 20/12/2009 at 23:58

    Contigo tambem. Poucas palavras. Lend0 teu blog, percebe-se bem quem es: semi-analfabeto com tendencias nazistas e incitador de violencia

    Responder

  36. […] no Blog do Damião, a defesa que faz da construção da árvore da corrupção,  o Sr. Rodrigo Cavallazzi, sobrinho […]

    Responder

  37. Posted by Bernardo on 21/12/2009 at 0:11

    Esse Rodrigo Cavalazzi teima em sustentar mentira em cima de mentira. Inexigibilidade mentirosa, porque a empresa não é especialista. Um contrato que mesmo que contemple o palco, não deveria, pois a citação no Diário Oficial trata exclusivamente de árvore. Renúncia fiscal é sim dinheiro público que iria pra outros lugares, porque é imposto que a empresa deixa de pagar e o muncípio de arrecadar. Sendo que até agora não apareceu nada que comprove que é renúncia fiscal. Turismo, se tivessem preocupado, teriam feito uma marina decente pras escunas, cujo trapiche atual está interditado pela Defesa Civil. E o Iate Casablanca os coitados que se aventuram nele tem que pegar uma escuna na ponte pra chegar no Iate, perdendo um dos atrativos, que é passar debaixo das duas pontes. Isso sim chama turistas, não uma árvore. Ninguém paga 2.000 reais numa viagem ou pega um avião/ônibus de lá do outro lado do país pra ver uma árvore ou uma carreata de natal. A não ser que seja algo do nível que é feito em Gramado.

    Responder

  38. Obrigado pela leitura de meu blog – Te dispenso disso.

    Rodrigo és burro vai estudar. Tenho tendências anarquistas, comunistas, socialistas.

    Tú não deve saber a diferença entre essas três. Me chamar de nazista?

    Tu é um sem noção.

    Violência maior que a do teu tio? Quantos pacientes e exames atendidos com essa fortuna?

    Lava sua boca, você não me conhece. Teu tio sim e muito bem. Pergunte-lhe quem sou. Trabalhei com ele no BESC aos 15 anos de idade. Tenho 50.
    Tenho muitos amigos Cavallazzi. Inclusive o teu parente Toninho Cavallazzi , o Tao, medicos como você.

    Não leu meu artigo sobre a familia Cavallazzi.

    aproveita

    Mais um que desreipeita o nome da família. Que Natal terão os Cavallazzi hein? Com o sobrenome elameado pelo tio e sobrinho

    Uma família de respeito – Parente ladrão constrange família Cavallazzi de Florianópolis

    http://tijoladasdomosquito.com.br/uma-familia-de-respeito-parente-ladrao-constrange-familia-cavallazzi-de-florianopolis/

    Responder

  39. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 21/12/2009 at 0:47

    Tu que deves lavar a boca para falar da minha familia.
    Nao me amedrontas com tuas ameacas e xingamentos.
    Perocupa-te o rotulo de nazista. Talvez estejas correto: podes nao ser nazista. Mas por que a cunha desnecessaria “rede de TV judia” ao se referir a RBS, tua algoz?

    Responder

  40. Posted by Lucian Chaussard on 21/12/2009 at 1:21

    Analisando friamente e deixando de lado revanchismos políticos, os pontos de discussão desse caso são:

    – Utilização de expressiva quantia de verba pública (via abate fiscal) para evento pontual. Aqui é uma questão de perfil de gastos, que no caso vai de acordo com a gestão do prefeito e do governador (com o que eles consideram importante e estratégico). Temos aqui uma discussão de ordem política, se são válidas ou não essas escolhas.

    – Falta de transparência na prestação de contas de um projeto público. Questão que está sendo investigada pelos orgãos responsáveis da justiça. Isso não é um problema politico, mas um problema técnico. O caso poderá evoluir como má administração ou corrupção.

    Esses dois pontos são informações, não pontos de vista. Creio que não dá pra discutir esse assunto sem levar em conta esses dois aspectos como base. Seja você pró-Dário, pró-Amin ou anti-Dário (consideremos essas as três principais tendências do debate). A partir daí devemos nos perguntar o que foi feito de errado e o que pode ser feito agora. E de preferência com o mínimo de subtexto revanchista na discussão.

    Responder

  41. Posted by Cesar Laus on 21/12/2009 at 8:03

    Bom dia,

    Ficou quente o bate-papo. hehehe. Animou o final de semana na véspera de Natal.

    Senhor Cavalazzi, acredito que não devas ter lido corretamente o edital publicado pela Prefeitura da dupla caipira Dário e Mário.

    Nele, edital, nada fala sobre os outros detalhes a que te referes. Estes, estão em outro edital de cotação de preço, este sim, uma concorrência.

    Ou seja, são duas coisas diferentes – uma é a árvore; outra é o palco, área vip, etc. Duas coisas, dois valores. Posso mandar cópia dos editais publicados pela prefeitura.

    Pelo que foi apurado pelos colegas da fiha do Cavalazzi o custo da árvore é R$ 1 milhão 796 mil. Onde foi parar o resto da grana? se sabes, dê uma dica pra servir de pauta pra muita gente.

    Outa coisa, faltam 17 metros, medido pelo MP. O mesmo da filha do Cavalazzi. Se falta árvore, o custo não é o mesmo, certo? Ou não?

    Renúncia fiscal é, sim, dinheiro que deixa de entrar no caixa único da prefeitura. ou do estado, já que o luiz XV usa este subterfúgio regularmente. Assim, a grana que não entra no caixa pode ser investida em outro lugar. Se é ou não legal é outra coisa. Mas, com certeza, e imoral pois ela saiu das área prioritárias saúde, educação, segurança e mobilidade. Sem falar me meio ambiente.

    O revanchismo político sempre existiu, inclusive com o mesmo Cavalazzi, nnao tu, mas o Mário, desde que ele era do BEsc e participou daquele velha suspeita de desvio de carca de US 5 milhões. PEde para a filha do Cavalazzi, a do MP, levantar os doccumentos que no MP existem mas, foram, misteriosamente, esquecido e arquivados por decurso de prazo. É mole? Esqueceram de processar o cara por desviou de grana sabe que quem?? DOs pescadores! É mole? E nnao apareceu ninguém do MP pra defender os interesses dos pescadores. Claro, deve ser revanchismo político contra os pescadores.

    Sobre o complexo da gente, alguns, nem todos, tem complexo de ver a grana do nosso suor ser usado em trambique. Sabes que é trambique, lógico. És inteligente e sabes que uma coisa terceirizada por 1.700 não se compra por 3.700. A comissão por intermediação é de 10%. Só. Alguns, como os do ex-partido do Mário, chegaram a cobrar 30%. ams, sabes somar, lógico, 30% de 1.700 nunca darea 2 milhões.

    Os outros dados, palco, camarins, etc, nnao custam 2 milhões e nnao se faz um outro edital para realizá-las. Se foi feito, e foi, é porque o valor ia ser usado em outra coisa. Aquelas que já ouvistes falar, lógico. Beneficiado ou não.

    Nessa bate-papo todo, esperamos que o Cavalazzi bote a boca no trambone e fale tudo o que ele sabe do Amin. Todos os probres que ele viu, participou, usou. Lembras, deles , né? São dá época dos guarda-sóis na Beira-mar. Ou das Letras? Ou da Fazenda? LEmbra, suspeita de desviou levou um certo ex-secretário a montar um mega resort. Suspeita, lógico.

    Como ele nada falou, ou não existiram desvios, direito da dúvida, foram esquecidos, ou ele foi conivente. Tua dedução. Sem revanchismo. Ele antes era de lá. Agora, é de cá. Pior, acreditas que ele seja do PSB? Comunista???

    no mais, só pra aguçar ainda mais a festa, veja quanto custa um show com o Andrea Bocceli e descobrirás outa coisa interessante: ele não cobra R$ 3 milhões. Logo???? Mais fofoca. Se precisarem te mando o link ou fone pra falar com a assessoria dele, na Itália. BAsta perguntar, em italiano, lógico, que eles dizem. Assim, sem mais nem menos.

    Ah, sem esquecer, os músicos dele fazem parte de outro valor. Mais R$ 1 milhão e 400 mil.

    Pra terminar, a árvore está apagada. Sabes pq? A empresa não recebeu a segunda parcela. sSó a primeira. Interessante. O TJ suspendeu o pgto da 4 e 5 parcelas.

    Assim, parece que alguém escondeu, ou embolsou, duas parcelas da empresa. E, pelo visto, não foi ninguém da população que pena na fila dos hospitais, na fila das creches, da fila da SC 401. e outra mazelas a que estamos acostumados.

    Claro, nos USA (e abusa), corrupto vai pra cadeia. Cedo ou tarde. Aqui, como sabemos, corrupto nnao vai pra cadeia. Veja o caso do Collor, amigo e do mesmo partido do Mário a quem ele muito defendeu.

    no mais, feliz Natal e bom Ano Novo. honesto. Lógico.

    E, pra não dizer que acho que o sobrenome Cavalazzi só tem gente suspeita, o interessante é que o assessor de imprensa do joão Amin, filho do Esperidião, um jornalista de mão cheia, se chama —– João Cavalazzi.

    E ele acha que o Mário, não sei o grau de parentesco, fez falcatrua. Pelo menos se deduz das nota do João (Amin) que ele passou pra imprensa.

    Abs

    PS. quando vieres pra Florianópolis, ou pra SC, não esqueça de fazer umas horas de serviços comunitários (se ainda nnao fez), grátis, em medicina, pra pagar o esforço de toda nossa sofrida comunidade em pagar o teu curso de Medicina. Seria decente e elogiável.

    Boas festa.

    PS 2. não esqueças, nos USA quem rouba dinheiro público vai pra cadeia.

    Responder

  42. Sr. Rodrigo Cavalazzi:
    Mô quirido, por mais que esteja dentro da legalidade (eu não acredito que esteja), queria dar minha opinião de designer gráfico: a árvore é feia pra caralho e de extremo mal gosto! Não acrescenta nada a história e cultura da cidade.

    Por falar em cultura da cidade, agora vou falar como músico atuate em Florianópolis: acho que cairia muito bem uma curadoria nas atrações musicais dos eventos da prefeitura. Temos que valorizar quem produz música na cidade. Não quem faz covers pra botar uma grana no bolso. A PMF precisa urgentemente de alguém que conheça que faz e batalha pela música daqui. Música AUTORAL, que fique bem claro. Já me cansei de ver bandas que não tocam durante todo o ano e aparecem no final do ano pra tirar uma lasquinha. É preciso mais respeito com quem produz cultura na ilha.

    Além do mais, não acredito que os turistas venham a Florianópolis pra ver uma árvore, quando temos tantas praias esperando para serem invadidas no verão? Não seria mais lógico investir esses recursos em outras atrações fora da temporada?

    Responder

  43. Posted by J.L.CIBILS on 21/12/2009 at 8:28

    Damiao, deste a grande chance de um “heroi” defender o indefensavel, pelo que observo, ficaste um pouco resabiado com o volume de polemica criada, nao por ti, mas por um leitor, mas fazer o que, se o pensamento é livre, estou com voce no tocante a nao ofensa, mas por outro lado, creio que de formas diferentes comungamos das mesmas ideias e indignaçoes.
    Damiao, a revolta bateu geral, só nao temos mais aquele grupo de estudantes da UFSC, que tinham uma posiçao mais politisada e fazia o povao ir as ruas bater panelas contra a ditadura, vivemos em outra epoca, onde a gurizada nem sabe mais o que foi a ditadura nem mesmo turtura.
    Mas os poucos que colocam a face nao para bater mas para defender o que é de todos e posso dizer nosso.
    E VIVA E GRAÇAS AOS BLOGUEIROS, PORQUE O RESTO TA DOMINADO!!!!

    Responder

  44. O cara é um sem noção. O mala, quando falo em rede de tv judia, foi paga pegar no pé da RBS que tem em seus quadros um cara (PRATES) que disse que não houve ditadura no Brasil, e ainda disse que a Novembrada era coisa de fracassado. Eu foi vítima, como milhares da Ditadura, que teu tio apoiou. então falei que não tinha holocausto, que aqueles judeus serveriam para carvão para a Alemanha.

    Parece que só estudadasse medicina. Tenho pena de you.

    Damião até quando vais levar essa polêmica. É o que todo mundo quer saber. Ele não vai atender pacientes? Parece que tem tempo de sobra. Ou contratou alguém da familia? Tô achando que esse cara é o próprio Cavallazzi. Vcs não desconfiaram? Pede para a polícia ver o IP desse computador e se essa internet vem dos States, fácil. Acho que ele usa Brasil Telecon, NETvirtua , ou GVT

    Responder

  45. Essa de estudante da Universidade Tomas Jéca pegou mal. Pacientes never infloripa city

    Responder

  46. Caro Cavallazzi,

    Se estudou na UFSC, estudou com o meu, com o nosso dinheiro público, portanto deveria ter a modéstia de ter gasto esse investimento cuidando da gente catarinense e brasileira, incluindo SP. Já que foram os paulistas que bancaram seus estudos na Unifesp. Mas já que você não tem senso da coisa pública, nós temos. A propósito, isenção fiscal é dinheiro público sim. (Leia a decisão do TCE-SC) Se a empresa não paga imposto, ela está deixando que o Estado invista em educação, saúde e saneamento. Imagina se todas empresas fizessem isenção de imposto, não haveria UFSC e Unifesp para vc estudar. Ou HU para vc trabalhar. Como essas empresas pagam mal imposto, e alguns políticos que vc defende fazem mal uso dos poucos que pagam impostos, o que resta é a saúde público um desastre, uma educação cada vez pior. E sem grana para despoluir a baia norte e sul, pois para isso só falta “vontade política”. Por que o Cavallazzi não tratou de despoluir a Beira Mar Norte e Sul ? Quer atitude mais importante para promover o turismo ??

    Responder

  47. Posted by Diego on 21/12/2009 at 17:32

    Uma hipocrisia dizer que o cara estudou com o dinheiro de vcs.
    Sao mais de 4000 candidatos para 100 vagas.
    Esse ano foram mais de 5000 candidatos.
    Para ser aprovado sao muitas horas de cursinho, aulas particulares, fins de semana trancado sobre as apostilas..etc.
    O cara ta se especializando num dos maiores centros medicos do mundo e vem uns aqui chamar o cara de burro, arrogante.
    Ai vem o mosquito chamar o cara de bunda mole, de vergonha em citar a UFSC, etc..
    Eu tenho orgulho em saber que um cara formado na UFSC fez a residencia na Unifesp(uma das melhores do Brasil) e esta nos EUA se aperfeicoando.
    Entao responde pra nos mosquito, quem envergonha mais a UFSC?
    1- Medico com residencia na Unifesp e especializacao nos EUA, ou
    2- Administrador que faliu um bar, que nao deu certo vendendo computadores e que tem que vender camisetas e pedir ajuda pra pagar as contas. Ou soh porque participou na novembrada se acha melhor que os outros?
    Olhem este post aqui e vejam como o mosquito saiu corrido!Tentou discutir com quem sabe muito mais que ele!! Ate o Damiao participou.
    http://otambosi.blogspot.com/2006/03/chavismo-na-ufsc.html

    Responder

  48. Não discuto com fascista pago com dinheiro público. que apoia o FHC e os tucanos. Tambosi vai te catar. Vou estar no departamento de jornalismo em março, onde ganhas o teu dinheiro, para dar palestra sobre imprensa ,blogs e liberdade de expressão.
    E olha que não tenho diploma de jornalismo.

    Responder

  49. É tanto cara reácionario que confundi as bolas, mais o recado serve para os dois Tambosi e Diego. Diego vai te informar cara, quem paga os salários dos professores da UFSC?

    Essa discussão está ficando sem sentido. Entrei porque esse babaca me citou pessoalmente

    Responder

  50. Posted by Diego on 21/12/2009 at 22:17

    Um cara que nao sabe a diferenca de ”mas” e ”mais” vai dar palestra para futuros jornalistas?
    Vai falar sobre o que?
    Como insultar pessoas?
    Como nao escrever em portugues?
    Como demonstrar toda a frustracao pessoal em blogs?
    Quem entrou aqui partindo para ataques pessoais foi voce!
    Ao menos aqui todas as opinioes sao aceitas, ao contrario de seu sitezinho.
    Toda acao corresponde a uma reacao….

    Responder

  51. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 22/12/2009 at 2:00

    Prezado Sr. Cesar Laus,

    Jah que tanto pedes para que faca servico comunitario em medicina, comeco por ti. Dou-te dois diagnosticos via internet e sem cobrar consulta.
    Um eh dislexia. Constato, ao ler teus textos, que sofres de uma dislexia braba. Dislexia em si nao chega a ser problema maior contanto que nao se escolha a profissao de jornalista.
    Outro eh personalidade passivo-agressiva. Isso fica evidente quando lancas suspeita sobre todos com sobrenome Cavallazzi (“exceto Joao Cavallazzi”) ou quando, cinicamente, me lembras que nos EUA quem rouba vai para a cadeia.

    Encerro aqui minha participacao neste blog.

    Rodrigo

    Responder

  52. Demorou Rodrigo. Conversei com parentes seus.
    Eles estão revoltados com a parte podre da família.
    E vc entrou de graça na história. Teu pai homem de bem, deve estar muito mal. Como médico deveria dar atenção a ele.

    Responder

  53. Posted by Cesar Laus on 22/12/2009 at 8:43

    Bom dia senhor Rodrigo Cavallazzi,

    Ficou animado o dia. E, pelo visto, perdestes a compostura. É a tal da personalidade passivo-agressiva latente?

    Só o direito de resposta, lógico. E, como um democrata, espero, irás, ao menos, lê-la. Responda se achares conveniente.

    Acredito que devas estudar um pouco mais. Afinal, confundistes dislexia com DISGRAFIA. E, pior, com digitação rápida sem correção. E, dislexia, para alguns, é bom. Para outros, não. Depende. Sabes o que é dislexia, né?

    Não levantei suspeitas sobre o sobrenome de ninguém. Basta ler o texto. Sabes ler, lógico. Só não o entendestes. Mas, ainda bem, isto tem conserto (aqui, depois do mas, cabe a vírgula – duas vezes. É a tal da intercalação).

    Sobre a personalidade acredito que tenhas errado novamente. Terei, talvez, uma personalidade passivo-frustrada.

    Frustrada com gente que rouba o dinheiro público e mente, descaradamente, e fica tudo por isso mesmo. Também pela justiça que nada faz para punir estes criminosos. Ou se corrompe. Ou usa o dinheiro da corrupção em proveito próprio e depois se defende dizendo que nada sabe, nada viu. E pelos políticos que deveriam ajudar a melhorar e não roubar. Melhorar a vida da nossa população. Seria tua também?

    Mas, se preferires (outra intercalação), acredito no Besc que demitiu gente de seu quadro de trabalhadores por conduta funcional inadequada, o que foi confirmado pelo Tribunal Regional do Trabalho. Depois o cara vira secretário de Turismo. É mole?

    No mais, não te acusei de nada. Se a carapuça serviu, use-a.

    Mas, lembre-se (outra intercalação), nos USA ladrão vai pra cadeia. Era apenas uma comparação. Aqui, como sabes, os de colarinho branco estão soltos. Inclusive muitos que conhecemos.

    Obrigado pela consulta. Como média de consulta foi, assim, ruim. Mas valeu o esforço mesmo sendo, como é a média, assim, ruim.

    Fico por aqui, sempre, mesmo aturando as duplas caipiras que vieram para se locupletar com o dinheiro dos nossos impostos. Teu, inclusive. Ou não?

    Boa semana e boas festas.

    Cesar

    PS. “Quando leio, somente escuto o que estou lendo e sou incapaz de lembrar da imagem visual da palavra escrita”. Albert Einstein.

    Responder

  54. Posted by Cesar Laus on 22/12/2009 at 9:37

    Em tempo senhor Rodrigo Cavallazzi,

    Será que da sua frase “Jah que tanto pedes para que faca servico comunitario em medicina, comeco por ti. Dou-te dois diagnosticos via internet e sem cobrar consulta”

    – posso deduzir que és simpático aos médicos, e foram alguns denunciados em SC, que cobram consulta em serviços públicos e comunitários?

    Ou cobrarias de mim, se eu pagasse? Mesmo sendo comunitário???

    Eu, hein??

    Responder

  55. Posted by Rodrigo Cavallazzi on 22/12/2009 at 11:07

    “Só o direito de resposta, lógico. E, como um democrata, espero, irás, ao menos, lê-la. Responda se achares conveniente.”

    -Como pode um jornalista alternar a segunda com a terceira pessoa de forma tao banal.

    -Disgrafia e dispraxia sao manifestacoes da ou ocorrem concomitantemente com a dislexia.

    Rodrigo

    Responder

  56. Posted by Cesar Laus on 22/12/2009 at 12:28

    Senhor Rodrigo Cavallazzi,

    Aproveito a pausa do meio dia.

    Estas no ponto do Mosquito – quase agressivo-agressivo. Daí, quem sabe, entenderás o motivo que o leva a agir daquela maneira.

    Há mais de 140 anos se estuda dislexia. Tem de tudo, sabes disso. Inclusive tem os que estudam o que tudo veem e pouco sabem. Leia o Albert, da frase final, vai te ajudar.

    Do teor da minha última mensagem, deduzo, ou concordastes com ela, ou não a entendestes. De novo. Fique calmo, com o tempo se aprende.

    Sobre o português, tens razão. Menos na mensgem ao Mário Medaglia. Ali, com certeza, cometestes dois erros. Fostes grosseiro na correção e errado no uso da frase. Na colocação estavas certo. No exemplo, errado. Afinal, depois do mas, em alguns casos, permite-se a vírgula. Viu, usei-a corretamente. É a tal da intercalação. Ou, se preferires, inter na calação. Muito usado por políticos.

    Sobre a tua, além da agressivo-agressivo, deves ter a tal da Permissividade. Sabes o que é, né não? É o “ato de não se praticar as proibições” que tem levado a sociedade à sua degeneração social, onde princípios básicos, tidos como inaceitáveis, agora, em um mundo ‘anarquizado’(de esculhambado), contrariam o sentido moral, social, espiritual.

    Sobre a não cobrança da consulta que deveria ser grátis, ou foi paga pela Estado, pelo visto, ou aceitas o ato dos colegas ou, quem sabe, a praticas. Só interpretação.

    PS 1. Cuidado, nos USA (e abusa) quem rouba vai pra cadeia.

    PS 2. Agora irás mudar para agressivo-agresssivo.

    Responder

  57. Posted by Cesar Laus on 22/12/2009 at 12:50

    Senhor Rodrigo Cavallazzi,

    Me desculpe. Passei do aceitável. Tu não mereces nossa ira.

    Desculpe. Ela, a ira, deve ser dirigida para quem se locupleta com o dinheiro público de forma imoral, ilegal e dejenerada.

    Afinal, os amigos nós escolhemos. Os parentes, herdamos.

    Desculpe.

    Cesar

    Responder

  58. Posted by Cesar Laus on 22/12/2009 at 13:00

    Ops. Degenerada.

    Responder

  59. Posted by Cesar Laus on 22/12/2009 at 13:03

    Sem as devidas correções, e feito neste mínino espaço para texto, vai ver é a tal da dislexia mesmo, né não?

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: