A árvore em debate (5)

Renato Igor, que é um gentleman, um jornalista de estilo e elegância, não conseguiu controlar o debate. Infelizmente, Mário Cavallazzi dominou os últimos blocos do Conversas Cruzadas, impedindo as falas do âncora e do outro convidado, o vereador João Amin. O programa da TVCom não serviu pra nada, a não ser para que Cavallazzi destilasse seu ódio injustificado contra a família do parlamentar. Logo ele, Cavallazzi, criado na Arena, crescido no PDS e apoiado, a vida quase inteira, pelo ex-governador Esperidião Amin. Pareceu, pra quem conhece a cidade, alguém completamente despeitado, que não conseguiu explicar os R$ 3,7 milhões, a inexigibilidade de licitação, o superfaturamento, a terceirização do contrato e o tamanho – a menor em 13 metros – da altura da árvore. O debate foi uma lástima, porque não foi um debate, foi um palanque que Cavallazzi utilizou para semear a intriga, o ódio e a violência.

Nota do blog, às 23h38 de sexta-feira, 11 de dezembro — Por razões óbvias, este blog não aceita comentários ofensivos à honra, à dignidade e à origem étnica das pessoas, sejam elas quem forem. Portanto, a moderação do blog deletou comentários que não se enquadraram nessas mínimas regras de civilidade. Lembrando que a crítica, bem-fundamentada, é pressuposto básico do relacionamento deste blogueiro com seus leitores.

Anúncios

6 responses to this post.

  1. Posted by Felipe on 11/12/2009 at 22:16

    Acho que resumiste bem o que foi o “debate”, Damião. Uma samambaia no lugar do Renato Igor não faria diferença. E o secretário não explicou nada, só ficou falando mal dos Amin.

    Responder

  2. CAVALAZZZIOO SE PHLLLOOOODEEEEUUU! Nãodiz nada com nada e deve ser interditado.

    Responder

  3. Deixe de ser bunda mole . O Renato Dubai Igor nào deixou o João falar – Uma bela armação.o cavalazzi é um escroque nao respeita ninguém

    Responder

  4. Posted by Fredy on 11/12/2009 at 23:33

    Damião!

    O debate serviu para mostrar que o Cavallazzi é uma pessoa sem escrúpulos e sem caráter; e que, como um animalzinho, se vendo encurralado, e não podendo explicar o inexplicável à população da Capital, começou a atirar para tudo quanto é lado, em especial, um alvo preferido: a família Amin. Infelizmente não houve debate, mas ficou bem claro para todos nós que o Cavallazzi e o Prefeito estão tentando ganhar tempo para reverter essa situação. Eu achei a postura do Vereador correta, pois não entrou no jogo do Secretário que foi ao programa somente com a intenção de agredir e desviar o foco da discussão: a Àrvore do Pesadelo.

    Responder

  5. João Amin, apesar de jovem, deu um banho de controle e respeito com o público. Eu teria voado por cima da bancada e dado um pau ao vivo se um boca suja e alugada, covardemente atacasse minha mãe. Quanto à mediação, Renato Igor é sim um jornalista a cada dia mais experiente, muito experiente, experiente demais para os conceitos de MEDIAÇÃO.

    Responder

  6. Posted by marcos on 12/12/2009 at 19:28

    que vergonha esse cavallazzi ,ja nao basta o dario,lhs,pavan nossa q sujeira esta esse nosso estado,nossa ilha escrevo o nome deles em letra minuscula mesmo,nao merecem nada,povo sem cultura ainda vota nesses caras de pau,vendem seus votos,precisamos acordar fazer igual Brasilia,ah mas lá tbm é a cut que ta manifestando,aki o pt nao pisa no pmdb sao todos vendidos,o brasileiro é acomodado e quem ta aki é de fora poko se lixam por nossa cidade,soh querem praia.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: