Prefeitos assumidos e prefeitos sumidos

Durante um jantar de trabalho eu e um amigo jornalista começamos a analisar ponto por ponto quais os prefeitos que trabalham e se empenham por suas cidades. Avaliamos apenas os municípios mais conhecidos e mais próximos de nós:

— Joinville – Carlito Merss – Ativo, participante, envolvido com a comunidade.

— Blumenau – João Paulo Kleinübing – Idem

— Itajaí – Jandir Bellini – Idem

— Biguaçu – José Castelo Deschamps – Idem

— Tijucas – Elmis Mannrich – Idem

— Balneário Camboriú – Edson Piriquito – Idem

— Palhoça – Ronério Heiderscheidt – Depois de reeleito, distanciou-se do cotidiano municipal e viaja bastante, de preferência para o exterior

— São José – Djalma Berger – Administração confusa, muito virtual (baseada em marketing), não disse a que veio

— Florianópolis – Dário Berger – Vitorioso na campanha para a reeleição em 2008, ainda não assumiu o segundo mandato. Governa à distância (virtual), viaja demais e não sabe o que acontece na cidade que “administra”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: