Brincando de segurança pública

Li uma matéria muito interessante no G1, sobre um caso que se tornou comum nos aeroportos: o roubo de laptops. Lá no meio da reportagem tem uma história que resume a minha indignação com essa coisa de segurança pública no Brasil: as câmeras de vigilância filmam os roubos mas não impedem os atos criminosos. Pior que isso, os vigilantes que deveriam cuidar da segurança dos usuários estão mais preocupados em mandar os passageiros fumantes para o outro lado da calçada do que em garantir a tranqüilidade local.

São dois pequenos desvios, que comprovam a minha teoria de que segurança pública, no Brasil, virou um caso de total falta de autoridade. E sei, por amigos de São Paulo que me informam, que os responsáveis pela segurança pública de lá estão muito mais preocupados com a paranoia antitabagista do que com roubos e assaltos. É que perseguir fumantes dá mais votos do que impedir as ações criminosas, como essas que acontecem nos aeroportos. Absurdo dos absurdos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: