A poesia de Ganchos

Ganchos

Ganchos, na sexta-feira passada (30 de outubro): pura poesia ao entardecer

Anúncios

3 responses to this post.

  1. Posted by SANTOS, Izidoro Azevedo dos... on 08/11/2009 at 10:14

    Que certamente desaparecerá, quando ali for instalado o megaempreendimento em que estão interessados o Governador, o Onofre Agostini e outros políticos, ao que se tem noticiado.

    Imagine, Damião, as frágeis embarcações dos “gancheiros” (bateiras, botes, batelões e baleeiras) competindo por espaço com os enormes bólidos de fibra de vidro, que os futuros usuários da marina (parte do empreendimento referido) com capacidade para receber 900 embarcações, trarão para a região!
    Será uma tragédia ,desde já anunciada, para a cultura e a mentalidade local.
    Tenuho sérias dúviudas se a invasão será compensada por empregose para os nativos, porque certamente não possuem qualificação para lidar com tecnologia moderna dos grandes bracos que serão trazidos pelos adventícios.
    Tomara que eu esteja enganado.

    Responder

  2. Posted by paulo dutra on 08/11/2009 at 16:50

    ADORO ESTA CIDADE..PARECE FLORIPA DE ANTIGAMENTE
    ESTA FOTO É POESIA PURA

    Responder

  3. Posted by bicicletanarua on 08/11/2009 at 19:12

    Damião, posso pedir que habilites o “widjet” do campo de pesquisa aí na barra ao lado direito do blogue?

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: