O Estado perdeu sua finalidade

 

Um taxista me observa enquanto avançamos pelas ruas desertas de Florianópolis, no feriado chuvoso de 12 de outubro: “O senhor já viu como eles arranjam dinheiro pra fazer esses grandes eventos, como a Copa 2014 e a Olimpíada 2016? Por que não arrumam dinheiro pra socorrer a população que não tem casa?”. O motorista tomou como referência o grande incêndio que destruiu uma favela inteira em São Paulo.

Pois é, sobram recursos para os delírios megalomaníacos (e não só em Brasília, aqui também) e faltam verbas para atender ao que interessa: habitação, saneamento, saúde, educação, segurança e cultura. O ideal seria que as autoridades conciliassem tudo isso – Copa, Olimpíada e questões sociais. Mas, não: o Estado brasileiro perdeu sua finalidade, a Constituição é letra morta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: