Uma investigação indispensável

 

O Movimento dos Sem-Terra (MST) não tem personalidade jurídica (não existe legalmente), mas recebe dinheiro do governo e de organizações internacionais. Pinta, borda, quebra, destrói, ameaça, faz o que pode e o que não pode para criar uma situação de instabilidade social e insegurança jurídica no país, sem conhecer limites.

Felizmente, há gente no Congresso Nacional interessada em investigar essa pouca-vergonha. Mas tem que ser uma CPI pra valer, pra punir em especial aqueles que continuam injetando dinheiro num movimento legítimo, porém ilegal.

Anúncios

4 responses to this post.

  1. Posted by Alex on 08/10/2009 at 8:14

    Por que as pessoas evitam dar os nomes certos a isso:. Banditismo, terrorismo!

    Responder

  2. Posted by João on 08/10/2009 at 8:29

    Terroristas do campo, marginais e selvagens. Tem que botar todos pra trabalhar em pedreiras. Vagabundos! Dez mil laranjeiras produtivas destruídas, diesel roubado, tratores e computadores destruídos, casas de funcionários saqueadas. Isso é movimento social?? Esse é o exemplo para as crianças que acompanham os pais nos acampamentos??

    Responder

  3. Posted by Roberto Stähelin on 08/10/2009 at 17:19

    Damião, podem me chamar de insensível por não me emocionar com tantas outras cenas diárias do nosso cotidiano, mas nada me chocou tanto nos últimos tempos como a cena do trator derrubando uma a uma as laranjeiras enfileiradas …

    Responder

  4. Posted by Carlos Roberto de Paiva Estrella on 08/10/2009 at 19:38

    Prezado Damião:

    A internet constrói a memória política que faltava ao brasileiro.
    Para que seja eficaz, precisamos não omitir nomes, ainda que cortando na ´própria carne.

    O ato de traição envergonha a bela história do PMDB.

    Os Deputados Celso Maldaner e Edinho Bez, acabam de impedir o funcionamento da CPI que apuraria o peculato denunciado na sua matéria.

    Eles estão Deputados e trairam o voto de confiaça que lhes confiamos. Ano que vem devem ser penalizados nas urnas.

    Não são diferentes da Ideli e do ex-marido, hoje Presidente da Eletrosul que cometeram outro peculato em benefício do filho e nora.

    Não são estadistas, tratam dos seus próprios interesses, no exercício do poder emanado do povo.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: