Memória no muro

 forte-blog

Vejam que interessante: estão reformando o Forte Santa Bárbara, que é sede da nossa Fundação Franklin Cascaes. E a raspagem dos muros revelou o que estava escrito antigamente (e muito vivo na memória de quem tem mais de 40 anos): o forte foi sede da Capitania dos Portos de Santa Catarina, transferida, por volta da década de 1970, para Itajaí. Na década de 1990 a capital catarinense voltou a ter uma agência da Capitania, sediada agora na cabeceira continental da Ponte Hercílio Luz.

Anúncios

One response to this post.

  1. Posted by Henrique on 03/09/2009 at 18:30

    Pois esse muro bem que podia ser derrubado para deixar à vista de todos o prédio. Repara na parte mais baixa, junto ao chão, Damião. Lá está o muro original do Forte Sta. Bárbara, que não tinha mesmo altura maior do que aquela. Até porque o que havia do lado de cá do muro ficava num nível mais baixo. Onde hoje há a avenida Hercílio Luz , corria o Rio da Bulha. Vamos derrubar aquele muro e revelar o Forte. Para que a Fundação Franklin Cascaes precisa de muros?

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: