Florianópolis, sim. Floripa, nunca

 

Li no Roberto Azevedo (DC) uma nota sobre um professor, Rubem Alves, que desceu o sarrafo no nome de nossa cidade. O Cesar Valente comentou o assunto em seu blog. Alves acha que Florianópolis deveria se chamar Floripa, essa simplificação horrorosa, invenção de surfistas paulistas que começaram a aparecer aqui na década de 1970. Eles, surfistas, por certo se inspiraram na simplificação de São Paulo (Sampa), consagrada numa música de Caetano Veloso.

Mas é a tal história: é muito fácil para quem é de fora vir para cá ditar sentença, como esse professor e certos jornalistas forasteiros. Eles vêm e mudam o nome da Ilha para “Ilha de Florianópolis”, falam Gustavo Ríchard ao invés de Gustavo Richárd (o sobrenome é francês, não de origem inglesa), Brigada Militar (ao invés de Polícia Militar) e tantas outras barbaridades.

O nome da ilha é de Santa Catarina. O da cidade é Florianópolis. Quem é daqui, quem nasceu ou vive há muito tempo na Capital, não aceita o termo Floripa, porque não tem nada a ver com o espírito da cidade. Se fosse para mudar o nome, o nome escolhido seria Desterro.

Mas essa é uma discussão vencida. Tão vencida que me causa estupor.

Anúncios

5 responses to this post.

  1. Posted by Breno on 27/07/2009 at 16:28

    Dato sempre Florianópolis e reclamo quando o espaço é curto para escrever o nome de nossa cidade. Se tem gente com preguiça de escrever e falar Florianópolis também deve ter de conhecer a história e a gente dessa cidade. Como diz um amigo: vão catar coquinhos!

    Responder

  2. Posted by Paulo Egídio on 27/07/2009 at 17:20

    Não é bem assim, Damião. O Guga nasceu onde? Ele é surfista, ok, mas sempre fala Floripa. Se você não gosta tem o direito de defender o nome original ou a manutenção de “Florianópolis”, que homenageia um ditador de fora que não trouxe nada de bom pra cidade.

    Pra mim, honestamente, tanto faz. Mas argumente com fatos mais concretos, não generalizando deste jeito que não é verdadeiro, pô.

    Abraço do primo.

    Responder

  3. O Guga precisa parar de falar besteira, de andar acompanhando o pessoal da Igreja Universal. Intelectualmente o guga sempre foi melhor com uma raquete na mão. Floripa tô fora

    Responder

  4. Quem achar que tem essa intimidade toda com a cidade para chamá-la por apelido, que o use. Eu tô fora. Não por falta de intimidade, mas por achar horrível.
    Tá certo, Damião. Que discussão velha e inútil.

    Responder

  5. Posted by luis on 29/07/2009 at 6:26

    Deveriamos voltar a Nossa Sra. do Desterro.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: