Pra esquecer qualquer amargura

 ponte-canhão

Um dia frio e lindo para se guardar na memória, da mais pura poesia, das cores densas, da suavidade que só o outono nos enleva. Passei por lá, pelo forte Sant’Ana, na manhã desta sexta-feira e registrei a imagem, que nos faz esquecer um pouco esse cotidiano de tanta estupidez e amargura.

Anúncios

2 responses to this post.

  1. Posted by bicicletanarua on 13/06/2009 at 0:13

    Já imaginou essa ponte aberta apenas às pessoas (e às bicicletas, claro!)? Um digno ponto turístico, que revitalizaria o Parque da Luz e áreas da cabeceira da ponte no continente.
    A Ponte Hercílio Luz, verdadeira beleza e nosso patrimônio, sendo utilizada pelas pessoas e como receptora de ganhos do turismo? Um cartão postal não enfeiado por uma massa de automóveis congestionados!
    Numa fotografia, a ponte por si só, e as pessoas que dela disfrutarem.

    Responder

  2. Posted by Leopoldo (Neco) Pelin Jr on 13/06/2009 at 17:46

    Cumprimentos pela reportagem no JND.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: