O ditado e a realidade

 

Há um ditado muito antigo, atribuído à raposa mineira Bias Fortes (conforme Sebastião Nery), que diz: “Do ventre das mulheres, de cabeça de juiz e da boca das urnas nunca se sabe o que vai sair”. Há uma variante mais popular: “De barriga de mulher grávida, de cabeça de juiz e de bumbum de nenê nunca se sabe o que vai sair”.

Está bem, depois que inventaram o ultrassom o ditado ficou meio superado. Mas o resto, de uma versão ou de outra, continua valendo. Portanto, qualquer prognóstico sobre o que vai acontecer na quinta-feira, no Tribunal Superior Eleitoral, é chute. Até mesmo dizer que o governador está tranquilo, que manteve a sua agenda para o dia do cadafalso etc. e tal. É claro que ele não está tranquilo. Ninguém, a caminho de um julgamento desse porte, estaria confiante.

Anúncios

3 responses to this post.

  1. Posted by Carlos Henrique on 27/05/2009 at 16:44

    O pior é ouvir a desculpa esfarrapada do governo: o governador se afastou do cargo. É nisso que se resume a defesa deles? Eles acham que somos imbecis? Que não tem que dar explicações à população, aos eleitores catarinenses?

    Responder

  2. Posted by lf on 27/05/2009 at 18:32

    Ninguém desconfia do possa ter ido fazer em Brasília o Carminatti?
    Aí tem “truta”!

    Responder

  3. Posted by Alberto on 27/05/2009 at 19:35

    Quer dizer que para ficar imune a qualquer ação basta afastar-se do cargo?

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: