Não cola nem com Tenaz

Não custa lembrar: apesar de ter tentado passar um godô no Tribunal Regional Eleitoral, através do vice-quase-titular João Batista Nunes, o prefeito Dário Berger parece que esqueceu um detalhe relevante. É fato público e notório em Florianópolis que, no início do ano 2004, ele procurou a então prefeita da Capital, Angela Amin, para propor uma troca. Ele tocaria seu projeto em Florianópolis com o apoio dela, enquanto Angela concorreria a prefeita de São José, com o apoio dele. Ela correu com ele de seu gabinete.

Então, a história da carochinha de que Dário mudou para Florianópolis por conta da qualidade de vida não cola nem com Tenaz. O argumento usado, aliás, é uma ofensa à população de São José, que sofre, sim, com a falta de desenvolvimento sustentável, mas que tem muito orgulho de viver numa cidade histórica e com grandes qualidades.

Anúncios

2 responses to this post.

  1. Posted by gley sagaz on 19/05/2009 at 9:54

    Prezado Damião.

    Com relação ao Recurso Contra Expedição do Diploma, que tem como parte Dario Berger e seu vice, nota-se que a discussão está equivicada.
    Não se questiona a transferência de domicílio, mas sim se o réu Dario Berger, exerceu ou não quatro mandatos consecutivos de prefeito.
    Se comprovar que exerceu somente dois mandatos consecutivos, parabéns, estará absolvido.
    Caso contrário estará cassado.
    Simples!!!

    Gley

    Responder

  2. Posted by gs on 19/05/2009 at 15:15

    Sem falar na cretinice que ele comete com Sj. Quer dizer então que Florianópolis que era administrada pela Angela, tinha na época, melhor qualidade de vida do que a própria cidade administarda por ele-Dário? Então, ele está dizendo que ela (Angela) fez tudo certinho, pq aqui tinha qualidade de vida; e ele (Dário) fez tudo errado, pq SJ não tinha qualiadde de vida. Burrice pouca é bobagem. E o pior é quem votou nesse cara ainda acha que não foi enganado.Damião,o pior de tudo é essa constatação, pq ele ainda vai passar por vítima, apesar da cidade estar abandonada, entregue ao acaso, sem nenhuma grande obra sendo tocada, sem plano diretor concluso, enfim, sem rumo.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: